Lilypie Kids Birthday tickers Lilypie Fifth Birthday tickers

abril 16, 2008

R e os Médicos

R e os Médicos

Ainda voltando à vaca fria da endoscopia, devo dizer que a forma como somos tratados pelo pessoal médico influencia em muito o desenrolar de um exame, ainda para mais um exame delicado como este. O Prof. que me fez o exame e a Enfª que o ajudou foram de uma amabilidade e simpatia pouco comum. Se tivesse calhado com um sargento e uma “coronela” antipáticos e sisudos acho que me tinha sentido muito pior até porque o facto de eles demonstrarem compreensão já é meio caminho andado para a coisa se dar.

Pessoalmente não tenho grande razão de queixa do pessoal médico que tenho conhecido mas tenho um que faz parte do meu imaginário infantil.
O Dermatologista do Centro de Saúde a que eu costumava ir quando era criança era a pessoas mais sisuda e pouco simpática (não digo antipática porque eu sou simpática) que já conheci, raramente olhava para nós, normalmente olhava só para o nosso problema mas verdade seja dita, era um ás da Dermatologia. Parecia o Dr.House, um animal no trato mas que sabia daquilo como ninguém. Não só sabia logo o que tinhamos como receitava o que precisavamos, e às vezes era uma auntêntica receita porque enviava as quantidades e os ingredientes para a farmácia onde faziam o medicamento (na maioria das vezes eram pomadas) na hora e inclusivamente dizia-nos o tempo que demoraria o tratamento e nunca falhava.

Depois tive uma experiência sui generis com o Médico do Trabalho lá do Office (agora já temos um novo) que era uma autêntica aberração. Não olhava para nós, fazia perguntas estúpidas e dava conselhos de bradar aos Céus. A minha primeira vez com ele foi hilariante, quando lhe disse que tomava a pílula perguntou-me se alguma vez tinha feito um teste de fertilidade para ver se podia ter filhos. Deve ser normal uma pessoa fazer um teste de fertilidade para saber se tem ou não que tomar a pílula. Afastou-me a pálpebra inferior com o indicador, olhou lá para dentro e disse:
-Ainda não está a precisar de ferro mas vamos ter atenção...
Desculpem? Isso era o que o meu avô me fazia quando eu era pequena para ver se me andava a alimentar bem. Mediu-me a tensão e dava 12/8 o que não me disse nada porque a tensão de toda a gente do office era 12/8 por isso das duas uma ou o aparelho estava avariado ou ele não percebia nada daquilo. Depois mandáva-nos fazer análises que deveriamos ir mostrar na consulta seguinte que era 2 anos depois (claro que se morressemos entretanto não eramos obrigados a ir lá mostrar as análise).

A minha médica de família é uma querida nunca a vou lá chatear por isso quando realmente preciso de alguma coisa ela dá-me tudo o que eu preciso. A primeira vez que estive grávida só lá apareci quando o meu obstetra me mandou ficar em casa, precisava de baixa. Ela olhou para mim e para a minha ENORME barriga e só disse:
- Já sei! Precisas de baixa.
Apareço lá quando preciso, bato-lhe à porta e ela atende-me. Às vezes basta um telefonema para ela me passar uma credencial ou assim mas isto porque ela sabe que eu só a “chateio” mesmo quando preciso, não sou como a grande maioria dos utentes, principalmente os mais idosos que passam o dia no Centro de Saúde.

15 comentários:

medusasss disse...

Ah Rita! Há bons e maus profissionais em todas as áreas!
POr falar em médicos, falhou (falta gravíssima) referir o senhor ginecologista!

Que me lembre até agora o único médico que não gostei e foi irónico/sarcástico comigo, foi mesmo nas urgências, justamente quando uma pessoa mais precisa!

***

João disse...

Tens sorte :). Eu mais para o final da semana logo te falo de médicos e afins :). :*

Cabra Expiatória disse...

E olha que já aí vais com uma experiência que eu vou te contar! Do melhor e do pior!!

O renascer da Fenix disse...

A minha relação com os médicos é muito semelhante com a que tenho com os mediadores de seguros... quanto mais longe melhor...
Quando precisamos deles nunca nos dão boas noticias...

Uma Grande Chama para ti... Beijos

Ps: Viste o Correio?

pensamentosametro disse...

Há sempre os bons e os maus, profissionais, mas um sorrisito assim pró simpático ajuda, muito.


Bjos

Tita

Rita disse...

Medusasss,
Dos ginecologistas não tenho razão de queixa mas prefiro mil vezes um homem a uma mulher acho que eles por não saberem o que sentimos são mais cuidadosos...
Jokas

João,
Então também andas numa de zelar pela saúdinha?
Jokas

Cabra,
É verdade mas felizmente nunca foi por nada de grave, só trivialidades...
Jokas

Fénix,
Nem sempre as notícias são más e de qualquer forma eles não t^^em a culpa...
PS - Ainda não e agora só amanhã
Jokas

Tita,
É verdade eu acho que um sorriso é meio caminho andado, para tudo...
Jokas

Red Woman disse...

O meu médico também é assim!

Quando se reformar não sei o que vou fazer da minha vida.

Bruno disse...

Até existem alguns médicos bons, mas para mim os médicos são como as doenças....... Quanto mais longe melhor.

Bel disse...

Há médicos que deviam tomar chá para saberem lidar com pessoas, por mais aborrecidas que elas sejam.
Uma pessoa doente a apanhar pela cara um médico de "trombas" é realmente muito curativo.

Como têm que ter média de 18 para ingressar em medicina a maioria deles já está com a "lampada" fundida.

Salve os bons profissionais simpáticos e humanos.
Para os antipáticos aí vai a receita Chá, muito chá.

Dualidades disse...

Concordo em absoluto. O tipo (ou tipa) que está de bata branca conta muito.

Já passei por médicos simpáticos e médicos brutos que nem uma porta. Mas também é verdade que não tenho saudades de voltar a nenhum deles! :o)

Dualidades JP

Blue Angel disse...

Eu também gosto muito do meu médico de família, e mesmo já não morando em Odivelas, eu prefiro fazer 40 km e ser atendida por ele, a mudar o meu processo e apanhar um daqueles que só está no Centro de Saúde porque tem de estar.

Bom fim-de-semana

Nivea

migvic disse...

Existem médicos que precisam de ferro na cabeça abaixo.

Home Broker disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Home Broker, I hope you enjoy. The address is http://home-broker-brasil.blogspot.com. A hug.

Rafeiro Perfumado disse...

Ainda me lembro duma médica que fazia os electrocardiogramas da Medicina do Trabalho. Loura, escultural, rosto semi-divino. Acho que o Administrador deve ter tido um treco quando viu os resultados dos homens...

Dreamer disse...

Também ando numa de médicos. E como a minha médica de família em 3 vezes que lá fui nem para mim olhou (quanto mais pesar, medir tensão, auscultar...) agora fui a uma através do seguro e vou fazer um check up. Já não faço à imenso tempo e estou em idade disso. Nunca se sabe o dia de amanhã!!!E entretanto acho que superei a minha relação ódio/ódio com os dentistas. Tenho os dentinhos todos arranjados e o Sr. Dr. foi um espectáculo (e é giiiiiro!!). Agoa vou passar à fase seguinte... acho eu!!Ainda me estou a mentalizar para apitar nos aeroportos e afins!!Beijocas