Lilypie Kids Birthday tickers Lilypie Fifth Birthday tickers

dezembro 21, 2007

Rabanadas e Afins

Desejo a todos os que frequentam aqui o estaminé ou que por cá passam ocasionalmente um NATAL MUITO MUITO FELIZ, cheio de Bacalhau, Filhós, Sonhos, Peru, Rabanadas e tudo e tudo.

É como eu costumo dizer, para mim o Natal é a Família e o Bacalhau e sem isso não há Natal...

Nota: Tenho muito a dizer e a comentar mas não tenho tempo, volto ASAP

dezembro 19, 2007

Retiro o que disse sobre a ASAE

Eles parece que afinal, coitadinhos não fizeram nada contra as castanhas. Até gostam muito e costumam comer todos, um pacotinho (em folhas de página amarela) oferecido pela entidade patronal, no Magusto. O facto de aquelas embalagens serem, desde 1979, contra o que está imposto na lei não interessa para nada até porque a ASAE não está aqui para chatear ninguém mas sim para zelar pelo bem estar da população em geral e do povo em particular... As castanhas até são um fruto muito salutar ao contrário das ginjas que podem provocar a morte por asfixia (a um qualquer bife incauto que não conte com o caroço) ou até mesmo (e mais grave ainda) um dente partido. E o queijo? O perigo que há naqueles queijos não embalados que comprávamos na praça ou nas feiras. Imaginem-se no metro e sentada ao vosso lado vai uma senhora com 3 queijos do mais fedorento que há dentro da alcofa??? Gostavam??? (só acho que para a coisa ser justa há algumas pessoas que deveriam ter os pés também embalados em vácuo para proteger os transeuntes - aqui a ASAE não actua pois não?). Assim pelo menos dentro da embalagem o cheiro não transpira tanto (isto também dava pano para mangas).

dezembro 12, 2007

Revoltada - Não se faz aquilo às castanhas!

Nas nossas instalações antigas, do office tinhamos cantina onde tomávamos o pequeno almoço e almoço. Nestas novas instalações não temos cantina (o que é uma grande treta pois temos que andar sempre com a lancheira atrás) nem iremos ter apesar de o espaço cá estar. Não temos licença para fazer a cantina e como ao dono do empreendimento não lhe convem a licença porque como vai cá construir dois restaurantes até nem lhe convem que a gente almoce cá dentro...
Temos uma copa, perto do meu open space, onde comemos e onde de manhã uma empresa nos entrega croissants, sandes e yogurtes para o pequeno almoço. Temos colheres de plástico (descartáveis) para os yogurtes. Qual não foi o meu espanto quando hoje cheguei e encontrei as colheres embaladas em embalagens individuais. Estariam com medo que a ASAE cá viesse?????

Por falar em ASAE, ontem vi no "Nós por cá" aquela palhaçada que a ASAE fez com os pacotes das castanhas e deixou-me irritada. Mas será possível que nem a porra das castanhas embrulhadas em folhas das páginas amarelas nós podemos comprar??? Será que o consumidor também não tem voto na matéria, é porque o pessoal gostava era de comer a castanha com aquele saborzinho inconfundível de tinta de impressão...
Estão a dar cabo de tudo aquilo que o pessoal gosta a bem da “Saúde Pública”, caramba será que as coisas que nós comiamos quando eramos crianças eram assim tão más para a nossa saúde? Eu até sou uma gaijinha jeitosa e saudávelzinha (dentro do género)... Não será muito pior as coisas que os nossos filhos têm agora para comer, gomas, kinders, pastilhas elásticas pretas, douradinhos e outros condensados e prensados afins...

dezembro 11, 2007

Really Mr.Hydra, for me? I'm so flattered

Olhem só para o que o Sr. Hydra me deu (deve ser prenda de Natal), vou já pôr no sapatinho...





A Azulinha também me deu este último mas não vou pôr aqui duas vezes porque ou parecia mal ou parecia que vocês estavam grogues e a ver a dobrar.

Vou fazer deste um Self Service e cada um de vocês que constam ali dos meus "Recomendo" pode servir-se à vontade...

dezembro 10, 2007

Requested By Ninica

O que te choca: a electricidade estática (porra é com cada choque)
O que te arrepia: o Sr.Marido quando me manda um copo de água fria quando me apanha no duche (maldito)
O que te excita: sexo (what else?)
O que te solta: um copinho de vinho
O que te faz rir: uma anedota
O que te faz chorar: uma anedota (a rir)
O que te causa náuseas: a puta da enxaqueca
O que te traz infelicidade: a puta da enxaqueca (estou-me a repetir)
O que te magoa: noutro dia foi a TV velha que o Sr. Marido deixou no chão do nosso quarto e eu ía toda lampeira buscar uma coisa às escuras e mandei uma trancada do caneco...
O que desejas: uma casinha com uma relvinha para as R’s brincarem
O que receias: o escuro
O que não queres perder: o sentido de humor
O que queres alcançar: o arco íris (dizem que há um pote de ouro no fim)
Uma data que abominas: 29 de Fevereiro (chateia-me ser só de 4 em 4 anos)
Uma festividade que adores: O Natal (isto é só porque estamos lá quase – é graxa)
Uma qualidade que aprecies numa pessoa: o sentido de humor
Uma mentira que tenhas dito: A acada vez que a D.Rf vê um anúncio e pergunta mamã compras-me aquilo, eu respondo, sim filha (todo o santo dia)
Uma nostalgia: "O Verão Azul"

Nota: Ein Azul! Que grande homenagem...

Report do Baptizado

O baptizado correu muito bem, a D. Rn portou-se como gente grande só choramingou quando o padre lhe molhou a carola mas também porque não estava è espera e ficou com receio do que lhe podia fazer a seguir. Houve um dos baptizandos que chegou atrasado e foi logo motivo de depreciação, ainda para mais davam bem nas vistas íam todos vestidos de dourado (pareciam os Jackson Five), um deles como não devia ter roupa parecida levava o cabelo pintado daquela cor, só para não destoar. Fizeram uma algazarra do catano que até o padre começou a mandar bocas e depois como se não bastasse não terem acertado com nada da cerimónia esse mesmo padrinho foi acender a vela numa outra qualquer que para lá estava (hilariante)...
Apesar de eu ter acordado com a puta da enxaqueca da praxe (felizmente é só uma vez por mês) o que me fez ir ao gregório logo de manhã e não me deixou tomar o pequeno almoço e depois não podia tomar um comprimido and so on and so on...
Finalmente lá consegui comer duas bolachinhas de água e sal e lá foi o belo do comprimido pela goela abaixo, felizmente o mesmo começou logo a fazer efeito e o resto do dia decorreu sem problemas.
A D.Rn quando decorriam os cânticos pedia-me para cantar, ora eu não sei nada destas canções, mas depois de repetirem a mesma coisa n vezes lá apanhei o refrão e ía cantando assim baixinho só para ela ouvir e ela ficava toda contente.

dezembro 07, 2007

R Comemoração

A festa de aniversário esteve para não se realizar pois como o Baptizado (argh!) é já no Sábado pensámos em juntar as duas coisas. No entanto como haviam alguns amigos que no Sábado não podia ir resolvemos fazer um jantarinho no dia. Ela esteve nas suas sete quintas e a mana também, com tanto presente (para as duas, porque as pessoas não resitiam em dar também um presentinho à mais velha) e tanta gente para a brincadeira. Até houve um certo e determinado convidado que não se queria ir embora e mesmo depois de os pais sairem porta fora dizendo que se íam embora, ele resolveu ir direito ao quarto delas para continuar a brincadeira sem sequer se importar com a ausência dos pais (cheira-me que eles já usaram este truque vezes demais e já não cola).

NOTA: Já está um novo lá em cima mas vou deixar este

Lilypie 2nd Birthday Ticker

aqui como recordação...

dezembro 06, 2007

Renascida

Não sei se alguém (além da Tita) reparou no "aniversariómetro" lá em cima mas a D.Rn ontem fez 2 (dois) aninhos...

Dois!!!! Como é que é possível??? Já????

Parece que ainda foi ontem que entrei naquele hospital que mais parecia um hotel de 5* depois de ter deixado a D.Rf em casa da avó (não sem antes verter uma ou até mesmo duas lágrimas).

Chegada lá seguiram-se os preparativos e a ida para a sala de operações o Dr. ficou surpreso por me ver lá pois já me tinha dito que eu não aguentava mais uma semana, mas o que é facto é que aguentei (eu queria que ela nascesse em Dezembro e o dia 5 era ouro sobre azul porque a mana também é de dia 5 embora de outro mês).

Uma epidural depois, dada por um anestesista que era um porreiraço e se fartou de contar anedotas e ainda ajudou a empurrar cá de cima porque a eRResinha era grande e voilá cá estava aquela coisa mais fôfa...

O Anestesista foi ver enquanto a vestiam e quando voltou:
- Que grandalhona que ali tem, vai bater a todos lá no berçário !
Pudera, com 3,970Kg e 51cm a rapariga era mesmo grande e....LINDA! (igualzinha à irmã – até parecia dejá-vu).

Não me posso queixar de nada, parecia que tinha ido passar o fim de semana fora e que voltava com ela. Não tive uma dor, o pós-operatório foi o mais pacífico possível o Hospital era de facto óptimo a equipa também e tudo o resto que se seguiu e seguirá (assim o espero) é o Nirvana...

Nota:O facto de ter tido uma cesariana programada não faz de mim uma dondoca. Tal facto foi sugerido pelo obstetra para que não resultasse no mesmo episódio que ocorreu com a mana D.Rf (em Fevereiro explicarei qual). Para mim era completamente igual ao litro desde que ela nascesse bem...

dezembro 03, 2007

Rais Parta Questionários mais Estúpidos



O pior é que eu odeio o cabrão do bichinho...

novembro 30, 2007

Reviravolta Bendita

Há cerca de duas semanas aconteceu uma coisa no office que foi sem dúvida um marco importante, uma mostra que as coisas parece que estão a mudar, e para melhor. Um ex-chefe meu foi despedido (bem, esta palavra para os bigs é muito forte, digamos antes que foi convidado a sair). Um homem de que ninguém gostava de quem ninguém vai sentir pena ou saudade de quem ninguém tinha uma palavra de bem a dizer. Um homem que eu e os meus colegas de departamento tinhamos o pânico que nos voltasse a cair na rifa quando o nosso Espanhol se fosse embora. Foi um suspiro de alívio. Curiosamente e apesar de off the record sabermos qual foi o motivo, os chefes não o divulgaram nem sequer que ele tinha sido despedido, apenas disseram, que tinha resolvido abraçar outro projecto. A pessoa em questão era tão vil e nojenta que nem sequer merece as letras que aqui estou a escrever mas o facto de todos suapirármos de alívio, isso sim é motivo para celebração...

novembro 29, 2007

Reflexão Profissional

Quarta Feira da semana passada vinha, como sempre, a ouvir a Rádio Comercial e eles falavam de um estudo Britânico sobre o quanto o facto de uma pessoa gostar do seu trabalho (profissão) influencía positivamente a sua vida e então pediam aos ouvintes para dizerem qual a profissão que achavam sr a pior profissão de todas.

A meu ver o facto de a profissão em si não ser muito agradável não quer dizer que a pessoa não seja feliz a desempenha-la. Para mim a pior profissão do mundo é aquela em que os colegas e os chefes são uns cabrões, pois se a profissão não for muito agradável mas o ambiente de trabalho for excelente depressa uma pessoa se esquece do resto.

novembro 28, 2007

Rir à Vontade mas Baixinho para Não Acordar Ninguém

Hoje não tive muito tempo para divagar por isso vou colar aqui estas pérolas que me mandaram por mail e que me fizeram rir como há muito tempo não ria e olhem que eu rio com muita facilidade...

O diálogo com um paciente com patologia da boca, olhos, ouvidos, nariz e garganta é sempre um desafio para o clínico:
"A minha expectoração é limpa, assim branquinha, parece com sua licença espermatozóides".
"Quando me assoo dou um traque pelo ouvido, e enquanto não puxar pelo corpo, suar, ou o caralho, o nariz não se destapa".
"Não sei se isto que tenho no ouvido é cera ou caruncho".
"Isto deu-me de ter metido a cabeça no frigorífico. Um mês depois fui ao Hospital e disseram-me que tinha bolhas de ar no ouvido".
"Ouço mal, vejo mal, tenho a mente descaída".
"Fui ao Ftalmologista, meteu-me uns parafusinhos nos olhos a ver se as lágrimas saiam".
"Tenho a língua cheia de Áfricas".
"Gostava que as papilas gustativas se manifestassem a meu favor".
"O dente arrecolhia pus e na altura em que arrecolhia às imidulas infeccionava-as".
"A garganta traqueia-me, dá-me aqueles estalinhos e depois fica melhor".

As perturbações da fala impacientam o doente:
"Na voz sinto aquilo tudo embuzinado".
"Não tenho dores, a voz é que está muito fosforenta".
"Tenho humidade gordurosa nas cordas vocais".
"O meu pai morreu de tísica na laringe".

Os "problemas da cabeça" são muito frequentes:
"Há dias fiz um exame ao capacete no Hospital de S. João".
"Andei num Neurologista que disse que parti o penedo, o rochedo ou lá o que é...".
"Fui a um desses médicos que não consultam a gente, só falam pra nós".
"Vem-me muitos palpites ruins, assim de baixo para cima...".
"A minha cabecinha começa assim a ferver e fico com ela húmida, assim aos tombos, a trabalhar".
"Ou caiu da burra ou foi um ataque cardeal".

Os aparelhos genital e urinário são objecto de queixas sui generis:
"Venho aqui mostrar a parreca".
"A minha pardalona está a mudar de cor".
"Às vezes prega-se-me umas comichões nas barbatanas".
"Tenho esta comichão na perseguida porque o meu marido tem uma infecção na ponta da natureza".
"Fazem aqui o Papa Micau (Papanicolau )?"
"Quantos filhos teve?" - pergunta o médico. "Para a retrete foram quatro, senhor doutor, e à pia baptismal levei três".
"Apareceu-me uma ferida, não sei se de infecção se de uma foda mal dada".
"Tenho de ser operado ao stick. Já fui operado aos estículos".
"Quando estou de pau feito... a puta verga".
"O Médico mandou-me lavar a montadeira logo de manhã".

As dores da coluna e do aparelho muscular e esquelético são difíceis de suportar:
"Metade das minhas doenças é desfalsificação dos ossos e intendência para a tensão alta".
"O pouco cálcio que tenho acumula-se na fractura".
"Já tenho os ossos desclassificados".
"Alem das itroses tenho classificação ossal".
"O meu reumatismo é climático".
"É uma dor insepulcrável".
"Tenho artroses remodeladas e de densidade forte".
"Estou desconfiado que tenho uma hérnia de escala".

O português bebe e fuma muito e desculpa-se com frequência:
"Tomo um vinho que não me assobe à cabeça".
"Eu abuso um pouco da água do Luso".
"Não era ébrio nato mas abusava um pouco do álcool"
"Fujo dos antibióticos por causa do estômago. Prefiro remédios caseiros, a aguardente queimada faz-me muito bem".
"Eu sou um fumador invertebrado".

O aparelho digestivo origina sempre muitas queixas:
"Fui operado ao panquecas".
"Tive três úlceras: uma macho, uma fêmea e uma de gastrina".
"Ando com o fígado elevado. Já o tive a 40, mas agora está mais baixo".
"Eu era muito encharcado a essa coisa da azia".
"Senhor Doutor a minha mulher tem umas almorródias que com a sua licença nem dá um peido".
"Tenho pedra na basílica".
"O meu marido está internado porque sangra pela via da frente e pinga pela via de trás".
"Fizeram-me um exame que era uma televisão a trabalhar e eu a comer papa".
"Fiz uma mamografia ao intestino".
"O meu filho foi operado ao pence (apêndice) mas não lhe puseram os trenos ( drenos), encheu o pipo e teve que pôr o soma (sonda)".

Os medicamentos e os seus efeitos prestam-se às maiores confusões:
"Ando a tomar o Esperma Canulado"- Espasmo Canulase
"Tenho cataratas na vista e ando a tomar o Simião" - Sermion
"Andei a tomar umas injecções de Esferovite" - Parenterovit
"Era um antibiótico perlim pim pim mas não me fez nada" - Piprilim
"Agora estou melhor, tomo o Bate Certo" - Betaserc
"Tomo o Sigerom e o Chico Bem" - Stugeron e Gincoben
"Ando a tomar o Castro Leão" - Castilium
"Tomei Sexovir" - Isovir
"Tomo uma cábulas à noite".
"Tomei uns comprimidos "jaunes", assim amarelados".
"Tomo uns comprimidos a modos de umas aboborinhas".
"Receitou-me uns comprimidos que me põem um pouco tonha".
"Estava a ficar com os abéticos no sangue".
"Diz lá no papel que o medicamento podia dar muitas complicações e alienações".
"Quando acordo mais descaída tomo comprimidos de alta potência e fico logo melhor".
"Ó Sra. Enfermeira, ele tem o cu como um véu. O líquido entra e nem actua".
"Na minha opinião sinto-me com melhores sintomas".

O que os doentes pensam do médico:
"Também desculpe, aquela médica não tinha modinhos nenhuns".
"Especialista, médico, mas entendido!".
"Não sou muito afluente de vir aos médicos".
"Quando eu estou mal, os senhores são Deus, mas se me vejo de saúde acho-vos uns estapores".
"Gosto do Senhor Doutor! Diz logo o que tem a dizer, não anda a engasular ninguém".
"Não há melhor doente que eu! Faço tudo o que me mandam, com aquela coisa de não morrer".

Em relação ao doente o humor deve sempre prevalecer sobre a sisudez e o distanciamento. Senão atentem neste "clássico":
"Ó Senhor Doutor, e eu posso tomar estes comprimidos com a menstruação?
Ao que o médico retorque: "Claro que pode. Mas se os tomar com água é capaz de não ser pior ideia. Pelo menos sabe melhor."

novembro 27, 2007

Regaço

É incrível como um bom decote consegue desconcertar um homem (qualquer um). É giro vê-los a tentar não olhar, a fazer um esforço sobre-humano para que o olhar não descaia, sem sucesso...

novembro 26, 2007

Report do Novo Rebento da Família

A D. Inês é linda, com uma carinha muito redondinha e pequenina (3,200Kg). Se para a grande maioria das pessoas uma bebé com este peso é considertada grandita para mim e depois de duas R's uma com 3,670Kg e a outra com 3,970Kg qualquer bebé abaixo dos 3,500Kg é pequenito...
Passa a maior parte do tempo a dormir, pelo menos quando eu estou presente é o que faz. Chora baixinho e é parecida com o pai...

As R's ficaram eufóricas.
A D.Rf queria por força ir brincar com a prima:
-Mamã quando formos ver a prima ao Hospital posso brincar com ela???
A D.Rn ficou delirante, abria muito a boca, mandava toda a gente fazer chiu (com o dedo no nariz) e passou o tempo todo a querer espreitar a prima.

Ontem fomos a casa dos meus cunhado levar umas coisas das R's que já não uso e as R's ajoelharam-se as duas no chão ao pé da esperguiçadeira a olharem para ela. Parecia que estavam a adorar o menino Jesus...

Rapidinhas da D.Rf

À noite quando estávamos de regresso a casa sái-se com esta:
-Mamã a I. Quando chega de manhã diz bom dia e os meninos gritam todos bom dia mas eu digo baixinho!
-Então porquê?
-Porque não sou surda...

E a história do Cabelinho Atrás da Orelha...
Deve ser o que a I. lhes diz quando vai contar uma história porque foi o que ela disse noutro dia à D.Rn quando lhe foi “ler” uma história.
Então noutro dia estava ela a cantar a canção das castanhas e em vez de dizer:
No bolso guardei meia dúzia de castanhas
diz
No bolso guardei meia duas de castanhas
E eu a insistir que é meia dúzia e ela a teimar que não é e eu a dizer:
-Filha, deves ter ouvido mal.
E ela
-Mas mamã eu tinha o cabelinho atrás da orelha...

Radiofonia II

Hoje*, mais uma vez a ouvir a Rádio Comercial e, mais uma vez nas Músicas para Sonhar passa a música do Marco (aquele desanimado que dava quando eu era piquenina), ponho-me a cantar e não resisto quando dou por mim tenho duas lágrimas a rolarem-me pela cara abaixo. Será possível? Nunca consegui cantar a porra desta música sem verter uma ou outra lágrima e a coisa tende a piorar...

*post escrito já há alguns dias atrás

novembro 23, 2007

Requisitado pela Bxana

1. Alguém que te fez rir ontem à noite?
Sim. O Scolari...
2. O que estavas a fazer às 08 da manhã?
A passar-me no IC 19.
3. O que estavas a fazer há 30 minutos atrás?
A almoçar.
4. O que te aconteceu em 2006?
Ora dia 1 de Janeiro estive a dormir até às tantas, depois acordei, depois almocei, depois lanchei, depois jantei. Dia 2 de Janeiro, acordei, depois tomei o pequeno almoço, depois...
5. O que foi a última coisa que disseste?
Escalope??? Não perguntem...
6. Quantas bebidas bebeste hoje?
Quatro cafés, um actimel e um yogurt líquido.
7. Qual é a cor do teu pente?
Pente??? Eu não uso pente. Já ouviram falar em escovas???
8. Qual foi a última coisa que pagaste?
A gasolina que a minha viatura teima em beber como se não houvesse amanhã.
9. Onde estavas ontem à noite?
Em Portugal.
10. Qual é a cor da porta de entrada da tua casa?
Não sei, eu entro sempre pela janela...
11. Onde guardas os teus trocos?
No migalheiro...
12. Como está o tempo hoje?
Céu muito nublado com boas abertas para a tarde...
13. Melhor sabor de gelado?
Sardinha Assada...
14. O que te anima na vida?
Os meus R’s claro...
15. Queres cortar o teu cabelo?
Porquê, é grátis???
16. Tens mais de 25 anos?
Ah pois é bébé!!!
17. Falas muito?
Não, eu não sou uma pessoa de falar muito, porquê alguém disse que eu falava muito? A sério ?? Mas eu acho que não ou pelo menos não tanto assim. A sério? De certeza que falo muito? Eu até acho que sou uma pessoa muito apagada e introvertida. Falem lá a sério, vá lá! Acham, mesmo???Não!!!
18. Vês o O.C.?
Não, vejo o CSI (gosto mais desta combinação de letras)
19. Conheces alguém chamado Steven?
Não porquê devia? Só se fôr o Spielberg...
20. Inventas as tuas próprias palavras?
Claro, até tenho um dicionário Português – Ritês - Português
21. És uma pessoa invejosa?
SOU!!!Onde é que arranjaste estas perguntas também queria umas para mim, havia lá mais???
22. Diz o nome de um(a) amigo/a cujo nome comece por 'A'.
Ana
23. Diz o nome de um(a) amigo/a cujo nome comece por 'K'.
Kiteretsu (nã, estou a inventar) el primo mas listo de Nobitta... (quem não vê o Panda vai andar aos papeís - by the way odeio estes desanimados)
24. A primeira pessoa que está na tua lista de chamadas recebidas de hoje?
A M. para me pedir boleia como é hábito...
25. O que é que o teu último sms diz?
Qualquer um em que os colegas e o chefe sejam uns cabrões
26. Mastigas a palhinha das bebidas?
Não gosto cá dessas modernices, bebo mesmo pelo pipo…
27. Tens cabelo encaracolado?
Onde?
28. Para onde vais a seguir?
Vou ali à copa ver se mastigo qualquer coisa porque estou com “franqueza”...
29. Quem é a pessoa mais mal-educada na tua vida?
Há aqui muita gente assim mas não fazem parte da minha VIDA
30. O que foi a última coisa que comeste?
Bolo Rei
31. Vais-te casar no futuro?
Já casei no passado...
32. Qual foi o melhor filme que viste nestas últimas duas semanas?
Nestas últimas duas semanas? Barbie Rapunzel, não tenho alternativa...
33. Existe alguém de quem gostes neste momento?
Mas que merda de pergunta é esta???
34. Quando é que foi a última vez que lavaste a loiça?
A seguir ao almoço. A Maria está em greve...
35. Estás deprimido neste momento?
Não, já recebi o subsídio de Natal...
36. Choraste hoje?
Muito, mas a rir...
37. Porque respondeste a este questionário?
Porque gosto de responder a perguntas idiotas com respostas ainda mais idiotas...
38. Etiqueta 5 pessoas para responder a este questionário.
Etiqueta 5 pessoas???? Já fiz as etiquetas mas não consigo colá-las nas pessoas.
Que Merda de cola esta...

Radiofonia I

Ontem na Rádio Comercial e na rubrica Músicas para Sonhar passa a música da Heidi e nisto está a Heidi a cantar o "Avôzinho diz-me tu" com a sua voz esganiçada e a D.Rf lá atrás a acompanhar quando o Pedro Ribeiro e seus muchachos começam na brincadeira que o avôzinho devia ser daltónico porque as cores com que a menina andava vestida não combinavam e que a coitada andava sempre a correr pela montanha abaixo descalça e tal e coisa e a D.Rf grita lá de trás muito chateada:
-Se não se calam não consigo ouvir a música!!!!

Rebento Novo News

Já nasceu a princesa Inês, a minha primeira sobrinha.
Ainda não a vi mas sei que correu tudo bem e tem 3,200Kg.

Vou vê-la mais daqui a pouco com as R’s e estou desejosa...

novembro 22, 2007

Reverendos Parte II

Lá fui eu ontem à igreja pedir a porra da transferência de paróquia. O atendimento é até às 18.30h, felizmente ontem o IC19 estava a cooperar e por isso eu consegui chegar lá Às 18.20h, óptimo pensei eu. Assim que entro e que digo ao que venho a resposta logo pronta é:
-Não vou poder fazer isso hoje porque tenho que ir dar catequese. Tem que voltar amanhã (se o desgraçado do IC19 amanhã colaborar...) e tal e são precisos este e este e aquele documentos (bolas, quando foi da D. Rf foi só preciso preencher um documento) e tem que vir o pai e a mãe porque é preciso a assinatura dos dois...

Deu-me um papelinho onde estava escrito tudo de que eu necessitava:

A cédula de nascimento
A assinatura de ambos os pais
Um comprovativo de morada (recibo água, luz...)
O número de contribuinte + Donativo
12€

Aquela do donativo deixou-me de cara à banda senão vejamos
Donativo é o fruto de uma doação.
Ou seja é algo dado, de graça de um individuo para outro, ou seja, depreende-se que é uma coisa de livre vontade, ora convenhamos que não é o que pretende pois faz parte do conjunto de requisitos necessários para que seja efectuada a tranferência, pois para além dos 12€ que custa o pedido ainda temos que dar mais x€ em forma de donativo e eles como beneméritos que são passam o devido recibo para o IRS.

Mas isto será normal???
Já que não dão de livre vontade a gente obriga...
É esta a imagem que a igreja quer passar????

Cada vez mais me convenço que esta igreja não me interessa. Tenho uma noção de Deus e de espiritualidade e bondade e amor na qual não entra este consumismo exarcebado que reina na igreja hoje em dia do qual são exemplos sublimes o Vaticano (é provavelmente o país mais rico do mundo, tendo em conta o nº de habitantes) e o novo Santuário de Fátima que custou um valor escandaloso, valor esse que seria tão melhor aplicado em obras de caridade e nos mais necessitados.

Resumindo e baralhando lá terei eu que ir lá hoje outra vez, acompanhada do Sr. Marido e de um donativo (não faço ideia de quanto pois não o estou a dar de boa vontade)...

Requisição ao Sr. Das Barbas

A pedido da Mariazinha do Consultório...

1. Um pequeno T4 onde podemos viver os 4...com relvinha para as meninas e uma piscina para a mãe da meninas

2. Uma carripana nova para o Sr. Marido porque ele está a precisar (eu estou muito contente com o meu boguinhas)

3. Uma viagenzinha para a mãe das meninas e o Sr. Marido que estão a precisar de desopilar...assim para um país a modos que paradisíaco com muita areiazinha branca, palmeiras um marsinho calmo e quente mas sem tubarões assim com um nome cheio de H T Y ou qualquer coisa do género

4. A chave do Euromilhões

5. Mais 2 ou 3 R's mas apenas se se veificar o ponto nº4

PS. - O Sr. das Barbas é aquele Sr. que veste de vermelho sim, mas não é aquele que tem um Restaurante na Costa e é do Benfica, nem aquele Pirata da família do Sr. Negra. É um Sr. assim para o avantajado e que se chama Nicolau mas também não é aquele que faz de P. da Costa no filme "Corrupção". É um que costuma andar de trenó e tem 6 ou 8 Renas, uma das quais é mutante e tem a penca vermelha e luzidia e se chama Rudolfo mas não é aquele da família dos Nureyev e que faz ballet...

novembro 21, 2007

Reverendos

Vou baptizar a D.Rn, não que faça muita questão disso mas porque o Sr. Marido e a família fazem. Sendo para mim completamente indiferente e tendo em conta que mal não faz e a pedido de várias famílias a coisa vai dar-se.

Fui na Sexta Feira falar com o Sr.Prior (Padre Lopes) e gostei muito dele, muito simples, muito terra a terra, muito risonho, a tratar-me por tu logo desde o primeiro momento, a lembrar-se que eu tinha telefonado na semana antes e a lembrar-se que afinal tinha boas notícias para me dar em relação à data que eu desejava.

Hoje tenho que ir falar com o padre da minha paróquia para pedir a transferência do baptizado para a outra paróquia (aquela onde eu própria e o Sr. Marido fomos baptizados). Padre esse que me trata por você, muito sisudo e com um grande distânciamento, que não mostra um sorriso e que gosta muito de mandar bocas foleiras por querermos mudar de paróquia. Notam aqui alguma diferença?

Curiosamente e ao contrário do que seria de esperar o Padre sisudo é consideravelmente mais novo que o Sr. Prior...

novembro 20, 2007

R com Experiência


A Luazinha deu-me um presente (parece que eu comi a sopa toda e não fugi – quem não perceber é favor ler 2 ou 3 posts abaixo, se quiser)

o Prémio Amizade porque acha que eu sou uma mãe experiente.

Com que então achas que eu sou uma mãe experiente, pois fica sabendo que por ter duas R's e ser mãe há quase 5 anos não sei porra nenhuma disto de ser mãe. É uma coisa que se aprende dia a dia e não há “experiência”, nem na segunda a gente nota alguma diferença, talvez uma maior descontração, o não stressar à mais pequenina febre, quando não quer comer, quando manda um tombo, etc... Mas a verdadeira essencia, o certo/errado de ser mãe ninguém sabe, ninguém tem o manual de instruções. Tem que ser na base do feeling, intuição sei lá. Também uma boa dose de senso comum e muito muito amor já para não falar na paciência infinita de Jô (esta não tenho muito mas acho que também vai surgindo com a idade – concerteza que os netos já vão usufruir de uma boa dose).
É tipo um cocktail mas com as medidas a olho às vezes tem mais uma pitada disto e menos daquilo outras vezes troca, é sempre uma surpresa mas é MARAVILHOSO.

novembro 19, 2007

Resfriando, eu? Não!!!

Estou a entrar naquela fase do ano em que passo o dia a ter que me justificar por andar muito descapotável ao contrário de toda a gente que me rodeia e que tem roupa até ao queixo. Eu sou calorenta, muito calorenta, detesto casacos e tudo o que me abafe e tolha os movimentos. Hoje à hora de almoço saí para ir pôr gasolina e abri o vidro todo porque tinha o casaco vestido (apesar de por baixo ter uma blusa de manga à cava e com um belo decote) e estavam 18º. Ora 18º não é frio, podem dizer o que quiserem mas não é frio, podem dizer, “Ah e tal e já estamos a meio de Novembro” mas e o que é que isso interessa? Vestem-se segundo o calor/frio que está ou consoante a data que consta no calendário?

Retalhos do Fim de Semana

No Sábado não houve natação para mim e para a D.Rn. Alguém vomitou na piscina e como tal a mesma ficou em manutenção. A D.Rf teve mais sorte e foi fazer a aula na piscina dos grandes. Nós ficámos a assistir enquanto eu cantava e cantava e cantava...

Fomos jantar fora com os Retalhos.

Íamos ao “Orixás” em Sintra mas ficámos muito desagradavelmente surpreendidos quando ao entrar se passou o seguinte: empregado olha para Sr. Retalho e Sr. Marido (que íam à frente) e pergunta, “quantas pessoas?” entretanto, antes que seja dada a resposta chegamos nós (eu, a Kika dos Retalhos, as R’s e o Retalhinho). Aí a resposta já não é ouvida pela empregada que responde muito depressa, “as mesas pequenas já estão todas reservadas e só temos mesas disponíveis para grupos grandes”. Conclusão, crianças são personna não grata naquele restaurante.

Demos meia volta e fomos a outro onde já tinhamos ido com outros amigos mas que os Retalhos ainda não conheciam. Quando lá chegámos estava o restaurante reservado para um casamento.

Acabámos por ir desaguar ao nosso tão adorado “Cerrado da Loba” o restaurante de picanha mais manero que conheço. A comida é óptima, os empregados são simpáticos, o serviço é bom e tem música ao vivo. Foi um espectáculo, as R’s fartaram-se de dançar. A D. Rn deu um Show e pôs toda a gente a olhar para ela. Entretanto chegou outro garoto que devia ser pouco mais velho do que ela e pôs-se também a dançar. Às tantas a minha atrevidota deu-lhe as mãos e começaram a dançar juntos, depois paravam, abraçavam-se e ficavam muito sossegadinhos e muito juntinhos quase a beijarem-se na boca. Depois ela chateava-se (concerteza porque ele não tomava a iniciativa) empurrava-o e continuava a dançar sozinha. Isto repetiu-se mais duas ou três vezes enquanto o pessoal todo se partia a rir...


No Domingo, eu e a D.Rf fomos ver a “Barbie na Sinfonia” ao Coliseu. Foi muito giro e ela adorou (eu também). Aquilo foi um autêntico concerto de música clássica (com orquestra ao vivo claro) e depois na tela passavam as cenas dos filmes da Barbie que contemplavam essa música. Foi mesmo muito giro, mas mais uma vez o povo português (não foi bem o povo, foram mais as tias) primou pela falta de educação e não conseguiram chegar a horas ao espectáculo que estava programado para as 15.00h e começou lá para as 15.15h (ainda com gente a entrar)...

Rewind, Play & Rewind, Play &....

A D. Rn passou o fim de semana todo a pedir-me para lhe cantar over and over the same song...
- Mamã tanta patinho!!! (canta a do patinho que não é patinho mas sim pintinho)
e eu lá ía cantando no carro, na piscina, em casa, everywere...

Pintinho pintinho pintinho piu
Comeu a sopa toda e não fugiu
A dona galinha ficou contente
Pegou no pintinho e deu-lhe um presente

E continua

Pintinho pintinho pintinho piu
Não comeu a sopa toda e fugiu
A dona galinha ficou zangada
Pegou no pintinho e deu-lhe uma palmada

Às tantas já estava tão cansada de cantar isto que passei a bola à D.Rf.
-Pede à mana!
-Mana, tanta patinho!
E a mana cantou e cantou e cantou...

novembro 15, 2007

Retribuindo

Ora, cá está uma nomeação que me agrada.

Para além de BNC, sou uma Mulher Fantástica.

E isto não é dito por mim, é dito por duas das minhas blogamigas e como tal só pode ser uma das mais puras verdades...

Resta-me agora retribuir e nomear também as minhas 10 eleitas

Azul - Adoro os comentários dela, principalmente quando está f$#*&a e a casa quase vai abaixo e depois logo no post seguinte é um doce...

Tita - É sempre um doce, até quando alguns inergúmenos lhe invadem o espaço para falar mal...

Kika - É a minha amiguinha dentro e fora da blogosfera. Há muito mais tempo fora do que dentro, é a minha companheira de jantaradas e de passeatas...

Mariazinha - É um espectáculo, mordaz e cómica, todos os seus posts me fazem rir...

Muuaria - É a suavidade, uma lufada de ar fresco. Gosto de passar por lá porque venho sempre revigorada...

Diabba - Esta tinha mesmo que ser porque eu quando morrer vou lá parar concerteza e convém dar um bocadinho de graxa...

Thunderlady - Esta vai acabar comigo porque quando estou 2 ou 3 dias sem aqui vir ela desgraça-me e passo uma eternidade a actualizar-me com as suas ideias. Esta mulher tem uma capacidade magnanima para escrever posts interessantes uns atrás dos outros...

Formiguinha - É uma queridinha, assim pequenina (se calhar até mede 1,90m) que dá vontade de proteger mas que bem lá no fundo a gente sabe que tem uma grande força (como aliás as próprias formigas)

Aragana - Conheço-a à pouco mas já gosto muito de a visitar. Então agora desde que começou com a Saga "Perdidos na Blogosfera"...

Teresa - Adoro visitar a Teresa, a mulher é uma enciclopédia ambulante e sempre que a visito sei que vou aprender uma coisa nova. Então se for no mundo musical ou cinematográfico, Valha-me Deus...

Já está. Bom Fim de Semana!!!!

Regozijai

Hoje é Dia Nacional das Titas e como fui recentemente nomeada Tita pelo meu sobrinhito vou comemorar como se não houvesse amnhã.

Afinal de contas qualquer festividade serve para comemorar...

novembro 13, 2007

Rapidinhas da D.Rn

Vamos no carro e ela deixa cair a chucha:
- Mamã çuça quiíu! (chucha caiu)
- Caiu? E que é que a deixou cair?
- Buca!

Ontem ao jantar a comer o peixe com o garfo:
- Peice quiíu! (peixe caiu)
- Caiu? E quem deixou o peixe cair?
- Fafo!

Claro quem é que havia de ser, ela não????

Receio, Tenho Tanto Receio!!

Isto chegou-me há pouco por e-mail e acho puro Serviço Público divulgá-lo aqui

"Na Quarta-feira dia 31 de Outubro, véspera de feriado, vim deixar os meus dois filhos do meio (tenho 4 filhos), de 5 e 4 anos, a casa por volta das 18.30 com a minha empregada que estava em casa com a mais pequena e voltei a sair para ir tratar de uns assuntos pessoais. Eram mais ou menos umas 19.00, quando recebo uma chamada de casa no meu telemóvel; era a minha empregada a perguntar-me se eu tinha pedido a alguém para vir buscar os meus filhos de 4 e 5anos, eu fiquei um bocado confusa na altura, e disse-lhe que não mas porquê, ela respondeu-me que estava um homem no intercomunicador do prédio a dizer que vinha buscar os meus filhos e que tinha mesmo dito o nome deles, comecei a ficar cada vez mais assustada e disse-lhe para lhe perguntar quem era ele e quem o tinha mandado ao que ele respondeu dizendo que era o João Pereira e que tinha sido a D.Marta (eu) que lhe tinha dito para vir buscar os meninos; ela ia-me contando tudo mas com o intercomunicador desligado, para ele não perceber e eu pedi-lhe para ela lhe perguntar para onde ele queria ir, porque estava na esperança que ele se tivesse enganado no andar e que por muita coincidência houvesse alguém com o mesmo nome que eu e com duas crianças com os mesmos nomes que os meus filhos, mas a minha empregada percebeu que era para lhe perguntar para onde ele ia com as crianças e quando ela fez essa pergunta, quem estava lá em baixo, não respondeu mais e ela ouviu um barulho que possivelmente era a porta da entrada a bater (talvez de alguém que tinha saído).
Claro que fui directa à esquadra mais próxima de casa, onde me disseram que não podiam fazer nada, nem tirar impressões digitais, nem sequer apresentar queixa porque, uma tentativa de rapto, não é considerado um crime e que a responsabilidade é toda dos pais, etc etc etc….basicamente além de me ter assustado ainda mais dizendo que estes casos são mais comuns do que se pensa, perguntaram-me a que Jardins públicos eu ia, ao que respondi ao Jardim da estrela e ao jardim da parada em campo de Ourique, e o Polícia disse-me que tem pedófilos referenciados nestes Jardins e que ele próprio já tinha visto um homem a tirar fotografias a crianças que não lhe eram nada……………Enfim isto para dizer que o perigo é bem mais real do que aquilo que eu pelo menos imaginava!

E é por isto que mando este mail com esta história inacreditável que se passou comigo e que como é obvio me deixou bastante assustada e muito preocupada.
Fomos aconselhados a ir directamente à polícia Judiciária e é o que vamos fazer amanhã, fora isto não há muito mais a fazer a não ser espalhar esta história pelo máximo numero de pessoas possível, 1º para estarmos todos com muita atenção porque pelos vistos isto não se passa só nos filmes e depois porque tenho esperança que alguém já tenha ouvido um caso parecido e me possa dizer alguma coisa ou ajudar de alguma maneira!

Peço por isso que espalhem este mail por todos os vossos conhecidos e amigos."


Tenho mesmo medo destas merdas...

novembro 12, 2007

Retratamento

Caros Leitores,

Peço desculpa se os induzi em erro e se os levei a pensar que eu seria a autora do texto que aqui "postei" no último dia. Fico contente por me terem em tão elevada consideração mas não, aquele texto não saiu da minha linda cabecinha, foi-me enviado por e-mail por uma amiga.

Shame On Me
Esqueci-me da Porra das Aspas...

Considero-me no entanto responsável pelas gargalhadas que soltaram porque se eu não tivesse esta amiga e se eu não me tivesse lembrado de espetar aqui com o referido texto vocês não teriam tido a felicidade de o ler.

Obrigada

novembro 09, 2007

Rotinas Diárias Obrigatórias?!?

Dizem que todos os dias temos que comer uma maçã para o ferro e uma banana para o potássio.

Também uma laranja, para a vitamina C, meio melão para melhorar a digestão e uma chávena de chá verde sem açúcar para prevenir a diabetes.

Todos os dias temos que beber dois litros de água (sim, e logo a seguir mijá-los, que leva quase o dobro do tempo que os levei a beber).

Todos os dias temos que tomar um Activia ou um iogurte para ter 'L.Cassei Defensis', que ninguém sabe exactamente que merda é que é mas parece que se não ingeres um milhão e meio todos os dias começas a ver toda a gente com uma grande diarreia ou presos dos intestinos.

Cada dia uma aspirina, para prevenir os enfartes mais um copo de vinho tinto, para a mesma coisa.

E outro de vinho branco, para o sistema nervoso.
E um de cerveja, que já não me lembro para que era. Se os tomares todos juntos mesmo que te dê um derrame cerebral ali mesmo não te preocupes pois o mais certo é que nem te dês conta disso.

Todos os dias tens que comer fibras. Muita, muitíssima fibra até que sejas capaz de defecar uma camisolona bem grossa.

Tens que fazer quatro a seis refeições diárias leves sem te esqueceres de mastigar cem vezes cada garfada.

Ora, fazendo um pequeno cálculo apenas a comer vão-se assim de repente umas cinco horitas.

Ah, depois de cada refeição deves escovar bem os dentes, ou seja: depois do Activia e da fibra os dentes, depois da maçã os dentes, depois da banana os dentes e assim, enquanto tiveres dentes, sem te esqueceres nunca de passar o fio dental massajador das gengivas e bochechar com PLAX...

Melhor, amplifica a casa de banho e põe a aparelhagem de música lá porque entre a água, a fibra e os dentes vais passar horas, quase metade do dia ali dentro.
Equipa-o também de jornais e revistas para te pores a par do que se passa enquanto sentado na sanita.

Temos que dormir oito horas e trabalhar outras oito mais as cinco que usamos a comer, faz vinte e uma.

Restam três horas sempre que não surja algum imprevisto.

Segundo as estatísticas, vemos três horas de televisão diárias.
Bem, já não podes porque todos os dias devemos caminhar pelo menos uma meia hora (dado por experiência: ao fim de 15 minutos regressa senão andas mas é uma hora!)

E há que cuidar das amizades porque são como uma planta: temos que as regar diariamente.

E quando vais de férias, também suponho senão as plantas morrem nas férias.

Para além disso há que estar bem informado e ler pelo menos um dos jornais diários e outro de uma revista séria para comparar a informação.

Ah! E temos que ter sexo todos os dias mas sem caír na rotina: temos que ser inovadores, criativos, renovar a sedução.

Isso leva o seu tempo.

E já nem estamos a falar do sexo tântrico!! ( A respeito disso, relembro: depois de cada refeição temos que escovar os dentes!)

Também temos que arranjar tempo para a maquilhagem, a depilação/fazer a barba, varrer a casa, lavar a roupa, lavar os pratos e já nem digo, os que têm gatos, cães pássaros e uma catrefada de filhos...

No total, a mim dá-me umas 29 horas diárias se nunca parares.

A única possibilidade que me ocorre é fazer várias destas coisas ao mesmo tempo: por exemplo, tomas duche com água fria e com a boca aberta, e assim bebes logo os dois litros de água de uma vez.

Enquanto sais do banho com a escova de dentes na boca, vais fazendo o amor, o sexo tântrico, parado, junto ao teu mais que tudo, que de passagem vê TV e te vai contando o que se passa, enquanto varres a casa.

Sobrou-te uma mão livre? Telefona aos teus amigos e aos teus pais!

Bebe o vinho (depois de telefonares aos teus pais vai fazer-te falta!).

O iogurte com a maçã pode dar-te o teu par enquanto ele come a banana com a Activia.
No dia seguinte troquem.

E menos mal que já crescemos, porque senão tínhamos que engolir mais umas cerelacs e um Danoninho Extra Cálcio todos os santos dias.

Úuuuf!

E agora vou deixar-vos porque entre o iogurte, o meio melão o primeiro litro de água e a terceira refeição do dia já não faço a mínima ideia o que é que estou a fazer porque preciso urgentemente de uma casa de banho.
Ah, vou aproveitar e levo comigo a escova de dentes...

novembro 08, 2007

romA é!

Levantar de madrugada e levar pimpolha pequena para a sala para deixar mamãe dormir e mesmo quando pimpolha pequena começa a chorar e a chamar pela mamãe e esta vai em seu auxílio ficando a adormecê-la no sofá, manter-se também no sofá em solidariedade e só ir para a cama quando mamãe consegue deitar pimpolha pequena...

novembro 06, 2007

Ranhocas, Cocós e Vomitados...

Post um tanto ou quanto nojento, por favor se for uma pessoa sensível não leia

A noite de Domingo não acabou lá muito bem, a D.Rn não melhorou e ainda teve um grande episódio de diarreia, de tal modo que tive que a despir dentro da banheira e dar-lhe logo um banho pois tinhas as costas e a barriga todas sujas.
Quando lhe tirei a fralda houve uma parte da substância que caiu na banheira e que era grande demais para passar no ralo. Digo para o Sr. Marido:
-Abre aí a sanita.
Não estive com merdas (curiosa escolha de palavras) rapidamente pego mesmo com a mão e mandei para a sanita, não há nada que a água não lave.

Há uns tempos atrás estava eu a almoçar e uma colega queria contar uma história qualquer, já não me lembro sobre o quê e diz assim:
- Ai, não posso contar porque estás a comer.
Ao que eu respondo:
- Filha, podes contar à vontade porque desde que sou mãe não há nada que me faça impressão.

Às 3 da manhã acordou com febre e ontem não esteve melhor, fui com ela ao médico e está confirmado, é gastroenterite.

Esta noite passou melhor e já não tem febre mas está tão molinha que mete dó...

Rapidinhas do Fim de Semana

Quinta Feira
Palácio da Pena, nunca lá tinha ido, bem na realidade tinha mas não entrei, fui com a malta do Secundário e só andámos a passear pelas imediações. Foi muito engraçado, principalmente para a D. Rf que adora histórias de Reis e Rainhas, Principes e Princesas.
Às tantas, estavamos a ver as salas e quartos e ao chagarmos à Sala de Jantar começo a explicar à D. Rf:
- Vês filha, aqui era onde os Reis comiam, vês a mesa toda posta e tudo tão arranjadinho?
Ela olha tudo com muita atenção e exclama:
- Eh! Onde é que está a Televisão???
Como não podia deixar de ser pôs os visitantes todos a rir.

Sexta Feira
Sr. Marido foi trabalhar e eu fiquei sozinha com as R’s, decidi ir às compras mas não havia maneira de arrastar a D.Rf para fora de casa.
-Mamã estou muito molinha e não me apetece ir à rua...
Resolvi chamar o meu pai para ficar com elas enquanto eu lá ía.
Disse à D.Rn que o avô vinha aí, que quando tocasse a campainha era ele. Entretanto queria ir tomar banho e disse à D.Rf:
-A Mamã queria ir tomar benho , mas tenho medo que o avô chegue e não lhe posso abrir a porta.
-Mamã, não te preocupes que eu abro.
Pelo sim pelo não abri a porta da escada para que ele fosse subindo quando chegasse e fui tomar banho. Quando estava mesmo a acabar ouvi a campainha a tocar e gritei:
-Filha!!! Vais à porta?
Ela não respondeu mas ouvi a D.Rn gritar muito depressa:
-Filha!!! Abô!!!

Sábado
Não jantámos em casa e elas como sempre portaram-se lindamente. Encontrámos um cão de um amigo e ficaram as duas eufóricas, a D.Rf mais comedida (não sai a mãezinha que parte logo para a festa, ela gosta dos animais mas não efusivamente) ao contrário da irmã que estava toda excitada a fazer festas e a levar lambidelas no nariz. Depois passou o resto da noite:
-O que é que o cão fez à filha?
-Jinho niz (beijinho no nariz).
Dizia ela toda contente enquanto apontava com o dedo para o nariz.
Só se assustou quando o cão todo contente lhe pôs as patas do peito para lhe lamber a cara e quase que a atirou ao chão, mas logo lhe passou.

Domingo
Fomos ao petisco com uns amigos mas as R’s não compareceram, a D.Rn tinha passado o dia a vomitar e estava muito molinha, ficou com os meus pais, a D.Rf não quis ir, preferiu ficar também em casa dos meus pais com a mana.
O petisco estava muito bom, o menino Tiago já está feito um homem e diz tudo e tivemos oportunidade de pôr mais ou menos a conversa em dia. Finalmente alguém me arranjou um petit nom, “Tita”. Quem o fez foi o Tiaguinho que ao príncipio me chamava Rn (ele sabe perfeitamente quem é a Rf porque é a companheira de brincadeira e também sabia que havia uma Rn algures e deve ter pensado que era eu). Agora já está esclarecido e já sabe que eu sou a tia Tita.

outubro 31, 2007

Repasto VIP?

Ontem fui a um cocktail seguido de jantar, referente a um lançamento de um projecto aqui do office. Supostamente deveriam comparecer 13 personalidades VIP’s e que davam a cara pelo projecto. O pessoal estava todo animado e excitado pois poder-nos-ia calhar uma personalidade na nossa mesa o que seria um frisson e uma boa história para contar aos netos:
-Sabes, a avózinha uma vez jantou na mesma mesa de um VIP!!!
Mas a tristeza instalou-se nos nossos corações quando nos apercebemos que dos 13 VIP’s apenas 7 compareceram ao cocktail (onde estava o pessoal das camâras e dos gravadores em punho para a entrevista) e só duas foram ao jantar pois quando o pessoal dos media basou os VIP’s sairam em debandada geral. Temos que compreender que esta gente é muito trabalhadeira e como tal tinham que ir para casa pôr uma roupa de molho e encerar o chão...

outubro 30, 2007

Reclamação (mais uma)

Eu odeio, abomino, detesto este horrível horário de Inverno. O facto de sair de casa já dia feito é agradável mas sair do trabalho já de noite deixa-me deprimida. Faz-me pensar que já não tenho tempo para nada, que as miúdas já deviam ter tomado banho e que o jantar já devia estar na mesa quando ainda só são 19.00h parece que estou sempre atrasada e até a D.Rf se queixou ontem quando apareci na escola:
- Então mamã, nunca mais chegavas...
O pior é que não consigo compreender o porquê desta mudança, só porque os outros países da CE também mudam??? Isto faz algum sentido?? Para quando um referendo sobre este assunto? Acho que temos todo o direito de opinar sobre esta matéria, afinal de contas nós é que saímos do trabalho já de noite...
Há uns tempos atrás alguém me disse que o objectivo era que, as criancinhas que saiem de casa muito cedo, não o fizessem ainda de noite. Esqueceram-se foi que aquelas que estão na escola até às 18.00h vão para casa já de noite. Penso que será considerávelmente mais perigoso andar sozinho na rua às 18.00h da tarde (já noite) do que às 07.00h da manhã (ainda de noite). Alguém já viu um assaltante, um raptor ou um violador madrugador? Não me parece...

outubro 29, 2007

R's de Molho (cont.)

R que não é R. Por acaso é Freddy mas só porque as R’s ainda não existiam e não sabíamos que nos ía dar para aqui. Se fosse agora ficava Richard Parker em homenagem ao tigre do livro “A vida de Pi”...

Como ía a dizer, o Sr. Freddy foi ontem a banhos, pela primeira vez nos sete anos da sua feliz existência. E isto porquê? Primeiro porque todos os veterinários que consultei foram unânimes na opinião de que “gato caseiro não necessita de banho”, mas agora o Sr. Marido desenvolveu uma alergia, na sua grande maioria a ácaros (esses lindos bichinhos que habitam os nossos lares sem autorização e sem pagarem renda) e a uma proteína que existe na saliva do gato. Estando este sempre a lember-se fica naturalmente empestado de saliva e da dita proteína. Como tal a Sra. Dra. médica do Sr. Marido (não a veterinária) aconselhou que o Sr. Freddy tomasse uma banhoca de quando em vez.
O filme não foi tão aterrorizador como eu adivinhava, ele até se portou bem, não arranhou, não mordeu, não bufou, mas miou como se o tivessem a matar. O Sr. Marido segurou-lhe nas patas com força enquanto eu o lavava e ía confortando com palavras como:
- Pronto Freddy, está quase...
Ao que a D.Rn repetia
- Ponto Bédi (percebi que ela não diz Fédi como me parecia mas sim Bédi), ponto!!!
Isto porque estavam os R’s todos dentro da casa de banho, uns em acção (eu e o Sr. Marido) e outro(a)s meramente a assistir e a lançar palavras de apoio...
Como vou ter que repetir a proeza, fiquei contente porque correu bem.
Depois de bem seco com um lençol de banho e como o Sr. Marido foi fazer o jantar e para isso ligou o forno, pûs um banquinho da cozinha mesmo em frente ao forno e sentei-o lá (não ao Sr. Marido claro mas sim ao Sr. Freddy) o que o deixou muito contente e muito quentinho...

E pronto, como não registei aqui o primeiro banho das minhas filhas registo o primeiro banho do gato da família.

outubro 24, 2007

Rumpelstiltskin serve????

Passwords e códigos...
Já pensaram bem na quantidade de passwords e códigos que deambulam pela nossa mente???
Pois são os dos telemóveis (para quem tem mais do que um), os do PC e da net e do e-mail e do blog e do telefone da secretária e o do multibanco e o do site do banco. Estes são assim os mais comuns porque depois também há os do cofre que está atrás do quadro (oops! Já abri demais a boca), o do alarme de casa e o da porta da rua...
E memória para isto tudo? Alguns, aqueles que não utilizo com muita frequência, tenho que apontar na agenda porque senão está o caldo entornado.
E aqueles programas que pedem para alterar e depois temos que experimentar 10 passwords diferentes, porque esta tem caracteres em comum com a anterior, porque tem menos de não sei quantos caracteres, porque tem mais de não sei quantos caracteres, porque tem que ter um caracter em maiúscula, porque tem que ter um caracter especial, porque tem que ser escrita com o dedo mindinho da mão esquerda, porque o raio que o parta... Num dos programas que uso já tentei de tudo para password até asneiras das mais cabeludas, quando tento muitas e ele não deixa porque nenhuma lhe agrada começo a ficar irritada e depois começo a praguejar e é o que sai. E o sistema do office para entrar em rede que começa a avisar 12 dias antes que vamos ter que mudar de password, isto é mesmo uma questão de mentalização, os informáticos já se devem ter apercebido que a gente precisa de uma certa mentalização para mudar de password é uma coisa que não se consegue assim de repente, sem preparação prévia.

outubro 23, 2007

R’s de Molho

As R’s andam na natação (se é que se pode chamar aquilo natação) desde bebés. A D.Rf desde os 7 meses e a D.Rn desde os 9 meses. É um espectáculo, para já eu adoro estar de molho e se não puder ser no mar das caraíbas que seja dentro da piscina.
Este ano mudámos de piscina para ao pé de casa. Andámos desde sempre na piscina da Damaia (pertence ao Clube de Natação da Amadora) mas o ano passado chateei-me com aquilo, primeiro porque mudaram a natação dos bebés para a piscina da Vanteira o que não me dava jeito nenhum, depois porque a D.Rf tinha natação ao Sábado de manhã e a D.Rn ao Domingo de manhã o que me “lixava” as duas manhãs do fim de semana e por último porque eles são uns autênticos chulos. Senão vejamos, elas tiveram alguns meses sem ir porque ora estavam doentes ora estavam a chocar alguma, quando resolvi voltar, na Primavera tive que pagar um balúrdio referente a fazer a inscrição de novo porque senão tinha que pagar os meses todos que elas não tinham frequentado, e depois fizeram-me pagar o mês de Setembro (o de Julho já eu tinha pago quando fiz a inscrição no início da época) porque tinham alterado os estatutos e agora a época começava em Outubro (onde é que já se viu). Depois chegou o mês de Julho e elas como estavam com varicela não foram, etretanto fomos de férias e em Setembro voltámos, ainda p’ra mais o mês já estava pago, qual não foi o meu espanto quando não a deixaram entrar porque não tinha pago o mês de Julho. Fartei-me e mandei-os todos à MERDA!!!
Agora é muito melhor, têm aula as duas ao mesmo tempo, a piscina dos pequeninos está dividida ao meio e de um lado é a aula dos mais crescidos e do outro a aula dos bebés. A D.Rf quando acaba a aula dela ainda vem um bocadinho para o nosso lado e lá ficamos as três. Assim, não lixo as duas manhãs, estamos todas juntas o que facilita depois os banhos e vestir, e as aulas são mais descontraídas. Na outra piscina os bebés tinham exercícios a cumprir e a D.Rf quando estava de mau humor recusava-se a fazer o que quer que fosse, agora com a D.Rn é mais simples, andamos as duas à vontade e vamos fazendo as coisas ao nosso ritmo e sempre posso ir espiando o que a D.Rf vai fazendo lá do outro lado...

outubro 22, 2007

Report das R's e do Fim de Semana

A D.Rn:
No meu quarto encontra um livro
-Mamã, bibo (livro)!
-Sim filha, é um livro do papá.
Sái disparada a correr para a sala com o livro na mão
-Papá, poma bibo (toma livro)!

No sofá com o Freddy
-Anda Fédy, anda ao cóio da Tata.

Diz tudo e é muito explicadinha, tem um feitio do catano mas em contrapartida é muito meiguinha (só não dá beijos, dá turras como o gato).

Tem um dormir do pior que há. Esta noite, acordou a choramingar e como sempre lá fui eu para lhe dar a chucha (normalmente é só disso que precisa). Pego numa, estão sempre colocadas num local estratégico para que não perca tempo à procura, e quando me dirijo a sua excelência para lha dar não lhe encontro a cabeça porque estava na seguinte posição: mãos no chão e joelhos em cima da cama e ao que parece a dormir porque dei-lhe a chucha e deitei-a sem que ela emitisse um ai. Não sei se estava a sonhar se estava a tentar sair da cama ou o que estava a tentar fazer mas felizmente a cama não é muito alta. Pelo sim pelo não pûs lá no chão um boneco de peluche gigante que têm no quarto para que se houvesse de novo a tentação de se mandar caísse em cima de algo fofinho.

A D.Rf:
Por mais que me custe está uma senhora, veste-se sózinha, põe a mesa e levanta-a, com a ajuda incondicional da irmã, sempre que se lembra e fica chateada quando eu me esqueço e a ponho eu.

Quando fui dar a chucha à mana aproveitei para a tapar (está sempre destapada) e quando lhe toquei mandou um salto que me assustou. Pensei, mas que raio se passa aqui nesta casa a esta hora da manhã que parece que está tudo louco?

No Sábado fomos ao Jardim Zoológico, eu mais a D.Rf porque a D.Rn estava com uma birra de sono enorme e ficou a dormir em casa da avó e o Sr. Marido teve que ir a um funeral.
Foi muito giro, acho que ainda me diverti mais eu do que ela, fiz festas a todos os animais que pude e fiquei agradavelmente surpreendida com as renovações que lá estão a fazer, finalmente não fico deprimida diante de algumas jaulas.

Quando estávamos a ver os golfinhos sai-se a D.Rf com esta:
-Mamã, eles são tão queridos que até me apetece chorar!

outubro 19, 2007

Riding

O que é que se passa com o gajos das motas que deram em andar com uns capacetes na cabeça, pretos assim tipo aveludado e com uma pala. Então mas meus amigos aquilo não é mais para andar a cavalo??? Será que eles em vez de montarem no animal enganam-se e montam-se na máquina??? Não compreendo mas de facto cada vez vejo mais motoqueiros ou motards (não sei bem qual deles) com este tipo de capacete.

Pergunto, para quando botas de montar e aquela calcinha justinha beje tão sexy???

outubro 16, 2007

Resident Evil na Banheira

Hoje de manhã, entro no banho, ponho a água a correr e de repente reparo que não estou só. Não, não era o Sr. Marido que tinha decidido levantar-se às 06.15h da matina para me lavar as costas. Era um ser não identificado do filo Arthropoda e provavelmente da classe dos Chilopoda (pois tinha Kg de patas) assim a modos que parecido com uma esfregona e com algumas dezenas, para não dizer centenas de patas e que tinha resolvido partilhar comigo o banho. Ora eu até nem sou medrosa no que diz respeito a seres do Reino Animal, não tenho medo de Elefantes nem de Rinocerontes e até já fiz festas a uma Chita macho numa reserva em África. Até no que diz respeito assim a animais mais pequenitos nem tenho medo de Arachnida (ex: Aranhas) agora quando a coisa entra nas classes Chilopoda (ex: Centopeia) , Diplopoda (ex: Maria Café) e Insecta a coisa pia mais fininho. Não é que eu tenha medo dos ditos assim na verdadeira acessão da palavra, é mais, assim uma impressão que me percorre o corpo todo e me deixa todos os pelinhos (os que tenho e os que não tenho) eriçados. Ainda p’ra mais o animal estava comigo dentro da banheira e eu estava nuazinha e comecei a imaginar aquelas milhentas patas a subirem-me pelas pernas acima e por momentos deixei de raciocinar e esqueci-me que eu sou muito maior que o dito e que ele não iria concerteza conseguir derrotar-me. Saí da banheira num salto deixando o chão da casa de banho todo molhado e comecei a ameaçar o Chilopoda com o chuveiro, como ele não recuou, liguei o chuveiro e prontos...
Eu até sou contra maltratar os animais e tudo mas foi um caso de legítima defesa.

outubro 12, 2007

Razão ele tem, pois tem...

Saio para o trabalho sempre toda aperaltada, blusas com decote, saias com racha, calças justinhas, sapatos de salto, maquilhagem (simples e sem baton porque sou muito beijoqueira) e lentes de contacto. Quando chego a casa visto a roupa de “trabalho”, prendo o cabelo e ponho os óculos.
Diz o Sr.Marido:
- Para o trabalho vais toda boa! Aqui pareces a Gata Borralheira.
E não é que ele tem razão? Estou a descurar o meu poder de sedução (se é que o tenho, mas acho que sim) em relação ao objecto para o qual o mesmo deveria ir. Agora resolvi não mudar de roupa nem pôr os óculos e nem sequer prender o cabelo mas o sapato tem que ir, peço desculpa mas o sapato é o primeiro a ser abandonado quando chego a casa, sempre assim foi e sempre será. Não consigo conceber alguém a fazer a lide da casa de salto alto, é que não só incomoda como não dá jeitinho nenhum.
Acho que fiz a opção correcta, a mim nem me afecta muito e o maridinho até deve estar a gostar de jantar com a Cinderela, mas é claro que à meia noite transformo-me em abóbora...

outubro 11, 2007

Rir a Bandeiras Despregadas (seja lá o que fôr que isto queira dizer)

Um homem foi ao médico para marcar uma consulta para a sua mulher:

-Qual é o problema da sua esposa?

- Sofre de surdez. Não ouve nada.

- Então o senhor vai fazer assim: Antes de vir com ela, pois só tem consulta daqui a 15 dias, vai fazer um teste para facilitar o diagnóstico do médico. O senhor vai colocar-se a várias distâncias da sua esposa. Fala-lhe normalmente, e quando vier, diz ao médico a que distância estava quando ela ouviu. Certo?

Nesse dia, à noite, quando a mulher estava a preparar o jantar, o idoso lembrou-se então de fazer o teste. Mediu a distância que estava em relação à mulher e pensou: " Estou a 15 metros de distância. Vai ser agora!
- Maria... o que é o jantar?

Nada. Silêncio.

Aproxima-se 5 metros:
- Maria... o que é o jantar?

Nada. Silêncio. Fica à distância de 3 metros:
- Maria... o que é o jantar?

Silêncio. Por fim, encosta-se às costas da mulher e volta a perguntar:
- Maria! O que é o jantar?

- É frango, f...-se! É a quarta vez que te respondo!

Homens...

Reconsiderei

Ía pôr esta imagem







ali ao lado mas depois pensei:
- Going Pink for October?? What da hell I'm beeing pink since January...

outubro 10, 2007

R’s Update

D.Rn a correr atrás da irmã e a gritar:
-Empéta à minha (empresta à menina)
ou
-Eu tinha pimeiro (eu tinha primeiro)

Foi várias vezes ter comigo e enquanto dizia:
-Mamã ente (mamã doente)
fazia o som de beijo e depois encostava a cara dela à minha.

Fala pelos cotovelos, é uma autêntica papagaia e imita tudo o que lhe dizemos.
Noutro dia estavamos a jantar e estavam em frente uma da outra, a D.Rf dizia uma palavra e ela repetia, foi assim com várias palavras até que a D.Rf diz:
- Comida
e ela, muito rapidamente:
- Papa (só para dar a entender que percebia muito bem do que estavamos a falar e não estava ali só a papaguear).

A coisa com D.Rf anda muito complicada. É uma molengona a comer, é preciso estar sempre em cima a dizer-lhe que coma e que se despache e que a comida está a ficar fria. Ando a penar o que fiz a minha mãe passar eu também era uma grandessíssima molengona. O pior é que se eu lhe der a comida à boca ela come num instantinho, o problema é pura preguiça e de manhã, com o pequeno almoço é muito stress.

Ontem passei-me, ralhei com ela, deixou a Cerelac toda no prato e saí de casa disparada, parei na pastelaria e comprei-lhe uma bola com manteiga e um pacote de leite, pensando que a coisa assim ía e ao menos não perdíamos tempo. O leite marchou todo num instante o pão quando chegámos à escola ainda estava quase em metade, isto tudo em 45 minutos de caminho e com a D.Rn a ajudar (esta não pode ver comida). Tenho que encontrar outra solução.

Hoje foi a mesma coisa...

Resumindo

vou ali e já venho.



Volto lá para 2012.

outubro 09, 2007

Ranhosos que fazem barulho de madrugada deviam padecer de uma doença grave que os fizesse ouvir buzinas dentro das suas próprias cabeças

Ajudando à festa no tema “Um vizinho parvalhão por dia nem sabe o bem que lhe fazia” iniciado pela amiga Maria do Consultório. Venho aqui relatar a cretinice do fim de semana. Já passava da meia noite e meia, a D.Rn estava na nossa cama porque acordou a chorar e não havia quem a calasse (só adormeceu quase às duas da manhã – mas isso agora não vem ao caso).
De repente:
- Piiiiii! Piiiii!
uma buzina
- Piiiii! Piiii!
uma vozinha de pirralha que irrompe na escuridão do quarto. Quase me desmancho a rir (para dentro que era para a coisa ficar por ali) e soltamos os dois um:
- Chiu! Faz óó!
A coisa repete-se mas três ou quatro vezes e deixa de ter piada. Era claramente um tonhó (veio a revelar-se uma tonhó) que estava com o carro bloqueado por outro tonhó anormal que tinha deixado a carripana assim a modos que no meio da estrada com os piscas ligados. Continua o piiiii e eu digo:
-Foge este grande otário em vez de chamar a polícia está pr’aqui a fezer este basqueiro às tantas da matina!
Oiço estas mesmas palavras sairem da boca de um qualquer vizinho que entretanto foi à janela. Levanta-se o Sr. Marido e vai ver o que se passa, levanto-me eu também e vou espreitar mas esqueço-me dos óculos (e como não durmo com as lentes – devia dormir para evitar estes constrangimento mas já tentei e não deu resultado, depois conto) e não vejo ponta de corno. Como moro no 5º andar e tenho miopia peço ao Sr. Marido que me relate o que se passa. Então parece que uma grandessíssima tonhó (não sei se loira ou não – devia ser) tinha o carro completamente mal estacionado, ainda por cima penso que em cima da passadeira e estava a ser bloqueada pelo outro tonhó mas como estava mal estacionada não podia chamar a polícia e por isso estava naquela da buzinadela. Como tive que ir para a cama fazer companhia à D.Rn sob pena de esta começar a gritar e acordar a irmã para além de abafar as buzinadelas que se ouviam na rua, não vi o que se passou a seguir. Ao que parece, o tonhó que estava a bloquear a tonhó estava mesmo ali no prédio em frente no patamar da escada na conversa com alguém mas não se apercebeu que as buzinadelas eram para ele (ela, apesar de tudo, estava a tentar ser discreta) e saíu de lá com um:
- As buzinadelas eram para mim???

Regurgitando Verde (nada contra o Sporting)

Pois é, há já muito tempo que não deixo aqui notícias isto porque na semana passada estive de “molho”. Acordei na Quarta Feira, qual gaja do Exorcista a vomitar verde (eu sou Benfiquista e não permito nada verde dentro do meu organismo) só me faltava aquela parte da rotação da cabeça mas isso ainda não consegui fazer. Fiquei em casa com as R’s o que muito me custou porque nem me conseguia levantar e elas ou estavam a discutir ou me chamavam porque o filme estava em “Ingulês” e queriam que mudasse o idioma ou porque queriam comer nao sei o quê... enfim se não fosse o meu pai lá ter estado de manhã e de tarde a D.Rn ter estado na sesta o que deixou a D.Rf sossegadita a ver televisão não sei o que teria sido daquela casa. Provavelmente virava a anarquia completa e era cada R por si...
Não sei o que tive mas estive dois dias de jejum e mesmo assim a coisa só se compôs no Domingo.

outubro 01, 2007

rmaEspe

E agora, para algo completamente diferente...

Ontem à noite na 2 estava a dar um documentário, não sei precisamente sobre o quê mas tinha a ver com comida e sexo... e a forma como uma influência o outro.
Então a modos que faziam umas experiências com uns voluntários, uma das quais me deixou de boca aberta, MAS DE ESPANTO!!!
A experiência consistia no seguinte:

Três casais

Os três membros do sexo masculino passam uma semana a comer uma série de elementos específicos

Um dos "maridos" passa uma semana a comer apenas frutas e vegetais
Outros dos "maridos" passa a semana a comer apenas coisas picantes e alho
O último "marido" passa a semana a comer apenas peixe e mariscos

Ao fim de uma semana, é feita uma recolha de sémen de cada um dos maridos e o mesmo é entregue às esposas para que provem e para que tentem adivinhar o que os mesmos andaram a comer durante essa semana. E não é que das três "esposas" duas acertaram???
Nota: Para uma delas a coisa devia estar tão gostosa que ela repetiu...

Mas o que é que esta gente pretende provar com isto e para que é que serve??? Nem queria acreditar que há gente que tem estas ideias brilhantes e há gente que alinha em tudo.

PS - Eu sei que estou a fazer um bocado de batota com os títulos dos posts mas isto não é fácil...

setembro 28, 2007

renteCor da Amizade

Então é assim a modus que tenho que escolher dez "blogamigos" para passar o testemunho, assim como se fosse uma Estafeta e não uma estafa...

Vamos ver, vou escolher, primeiro que tudo a Thunderlady porque foi ela que me passou e fica sempre bem e além disso ela deixa-me lá miminhos (canções dos Depeche) no blog dela; a Kikinha porque não é só blogamiga mas também e melhor do que tudo, amiga; a Mariazinha do Consultório porque me faz rir como ninguém e adoro os castigos que inflinge ao seu mais que tudo; o Eskisito porque coitadito não deve ser fácil viver com a Mariazinha e os outros dois terroristas (miaus); o Rafeiro porque para além de gostar muito de animais gosto ainda mais de animais com humor; a Diabba porque nunca sei onde vou parar quando chegar a minha hora e nada como uma graxazita de vez em quando; a Bxana porque adoro gatos e pr'alem disso gosto do que ela escreve; a Formiguinha porque está precisada e a amizade mesmo que blogamizade é para quando se precisa; a Azul porque é uma querida e por último o Mig porque é um dos poucos homens (mais o eskisito) que me visita regularmente, falando em termos de blogosfera claro está, os outros são animais (Rafeiro, Cão Que Morde e VanDog)... Aos que não mencionei aqui e ficaram tristes por favor deixem uma mensagem nos comments que eu depois faço uma nova corrente com mais 10.

PS - Não linquei os nomes porque não me apeteceu, se estiverem interessados é só procurar aqui no lado direito...

setembro 25, 2007

Revisão

dos 60.000Km.

Vamos as duas (eu e a D.Rf) no carro, o meu pai vem atrás para me dar boleia depois.
O caminho é o mesmo da escola:
Ela -Mas não disseste que íamos primeiro pôr o carro na oficina?
Eu -Disse.
Ela -Mas este caminho é para ir para a minha escola
Eu -Pois é, é pelo mesmo caminho.
Ela -Estou feita contigo...

Retiro Espiritual

A semana passada estive de 3ª a 6ª em Reunião de Ciclo. Estivemos em Melgaço (não havia nada mais longe) no Hotel Monte Prado.
Foi uma grande estopada mas confesso que gostei. O Hotel ficava num sítio magnífico de frente para a montanha (já em Espanha). Os quartos tinham uma janela de parede a parede, de frente para aquela paisagem idílica e eu dormia com tudo aberto para deixar entrar a claridade, muito bom.

Na 3ª tivemos um jogo de Mini Golfe, por equipas. Fiquei sem saber com que classificação ficou a minha equipa (Lobos) mas sei que não ganhámos... Foi muito divertido e se no 1º buraco não consegui acertar com a bola outros houve em que acertei à primeira (com muita sorte à mistura, claro está).

Na 4ª, enquanto os rapazes foram jogar uma partida de Futsal, da qual saíram todos estropiados, as meninas tiveram direito a usufruir do SPA (mais precisamente massagem e banho turco). Nessa mesma tarde ainda fui mandar um mergulho na piscina exterior (o tempo por lá estava fantástico) e estivemos quase 2 horas no jacuzzi (grandes malucos – eramos p’ra cima de 10) quando de lá saímos já estavamos todos encarquilhados. Depois tivemos um jantar, lá mesmo em Melgaço num restaurante que tinha centenas (estou a exagerar um bocadinho) de entradas e terminou com um grande naco de carne que quase ninguém conseguiu comer a não ser alguns colegas dos mais alarves.

Na 5ª não tivemos tempo para nada porque a reunião foi a doer, o dia todo. O jantar foi em Monção e foi também muito divertido ou não fossemos nós um grupo do mais maluco possível.

A 6ª foi o último dia. Foi basicamente para terminar as hostilidades, almoçar e pormo-nos a caminho porque a viagem era longa.

Em relação à reunião em si, não há nada a comentar, é uma grande seca, só números e mais números. As actividades extra é que são fixes. Propunha que retirassem das reuniões estas partes mais chatas e que apenas ficassem as actividades...

setembro 17, 2007

Reconheço que Adoro o IC19

Fim de tarde, ainda quente. Janelas abertas com o vento a entrar.
Música em altos berros e eu a as minhas duas R’s a cantar a plenos pulmões “Pure Intuiton” da Shakira...
Assim até dá vontade de estar no trânsito.

Há lá coisa melhor????

setembro 14, 2007

Relação (That's me!)

Ontem ao jantar:

D.Rf - Mamã, não me apetece mais!
Eu - Então come só duas ou três colherzinhas de arroz, mas comes a carne toda!
D.Rf - Está bem!
Sr.Marido (ao chegar à cozinha onde eu estava e a gritar para a sala para a D.Rf) - Está bem, come só mais dois bocados de carne!
Eu - Mas eu tinha dito que era para comer a carne toda!
Sr.Marido - Está bem mas tu és da Relação eu sou o Supremo!

Resultado, a filha apelou. É o que faz estar casada com um advogado...
Qualquer dia só falam comigo na presença dele.

setembro 12, 2007

rbiosPrové

Debaixo dos Lençóis
Entre as pernas

Não sei se já viram aquele pseudo-desafio que anda por aqui a circular que consiste em pegar num provérbio, dividi-lo ao meio e a seguir a cada metade colocar as frases que escrevi lá em cima.

Tipo:

A galinha da vizinha debaixo dos lençóis é sempre melhor do que a minha entre as pernas

ou

Em casa de ferreiro debaixo dos lençóis espeto de pau entre as pernas

Fez-me lembrar uma vez, quando era miúda e passava as férias na "terra". Eu e o meu irmão passámos uma tarde, daquelas de lanzeira em que não há nada para fazer, a brincar com provérbios. Dividíamo-los ao meio e juntávamos a metade de um com a outra metade de outro e ficavam coisas engraçadas como:

Entre marido e mulher quem tem olho é rei.

Requerimento ao Bill

Que tal acrescentar mais um botão de opção para o Windows???

Para além de Yes, No e Cancel, não podia acrescentar um Fuck You?

É o que dá vontade de dizer quando o cabrão do PC começa a dar erros completamente idiotas e começa a perguntar vezes sem conta quer Salvar? e quer Sair? e tem a certeza, quer mesmo...

Criava um botão de Fuck You onde a gente carregava, o PC desligava automáticamente e só voltava a ligar no dia a seguir e nós pegávamos na trouxa, íamos para casa dormir um bocado e no dia seguinte voltávamos com a pica toda para recomeçar o massacre...

Quem está comigo???

Recebi Mais Um

E não é que recebi mais um prémio bem fixe????



Da Kika e da Pulga e é um mimo de prémio...

Muito Obrigada às Duas:

Kika - Por seres uma amiga com quem já partilhei tantos momentos das nossas vidas. Muitos bons e alguns até menos bons (mas eles também fazem parte da vida e a amizade é para isso mesmo, para o bom e para o mau).

Pulga - Porque gosto do que escreves, pareces-me uma pessoa muito "bacana" e também és um CatLover (condição Sine Qua Non para ser minha amiga).

Gostava de ser uma Estrela Polar para as pessoas de quem gosto - Faço Por Isso!

setembro 11, 2007

Rooster (na tola)!

Mais uma vez fui agraciada com um Prémio.

Desta vez foi com o Schmooze que o Eskisito me amandou e olhem que aquilo ainda é pesado e até fiquei com um ligeiro galo na cabeça...

E depois como que para se desculpar:
- Ah! E tal e toma lá o Certificado Blog que é mais levezinho e não magoa tanto e tal...

Não vou nomear ninguém porque acho que já foram todos nomeados e se não foram deviam ter sido.

OBRIGADA

Requested By Muaria

dias mais tristes da minha vida ... quando morreram os meus avós

dias mais felizes da minha vida ... quando nasceram as minhas R's

manias ... dançar e cantar (embora não saiba) sempre que me apetece e onde quer que esteja

filme preferido ... são muitos, muitos mas destaco o "Seven"

poeta preferido ... não gosto de poesia

comida preferida ... muitas, aqui não consigo destacar nada

sou ... eu

viagem de sonho ... Quénia

gosto de ... ler

Requested By Azul

7 Brinquedos que nunca tive

Barbie - no meu tempo havia a Tucha

Ken - No meu tempo a Tucha namorava com o Tony (que nome tão pimba!)

Play Station - No meu tempo havia o ZX Spectrum (nunca gostei muito daquilo)

Tamagochi - No meu tempo havia animais a sério

Telemovél - Queres o quê??? Tínhamos “um” fixo na estante do corredor

Maquilhagem - Com um bocadinho de sorte, a minha mãe no Carnaval punha-me um bocadinho de baton

TV/Leitor DVDs/DVDs - Meus queridos no meu tempo nem cores tínhamos...


7 Lembranças vergonhosas

Quando caí de cu no meio do pessoal em plena festa da escola enquanto tentava inventar um novo passo de dança (na altura ainda não dava o “Dança Comigo”)

Quando consegui cair na rua e ficar de gatas com as mãos na estrada e os joelhos no passeio

Quando cheguei a casa às duas da manhã com o pessoal amigo e tinha os meus pais à janela à minha espera

Quando chamei Amor ao meu cunhado (Ok, ainda não o conhecia e ao telefone a voz dele era igualzinha à do Sr. Marido)

Quando me esqueci do soutien num local onde não devia e tive que voltar atrás para o ir buscar

Quando me espetei contra uma porta de vidro que abria mas do outro lado

Quando falo das minhas R’s e não consigo evitar a lágrima ao canto do olho



7 Lembranças dolorosas


Quando mandei uma valente marrada num post de Basket lá da escola porque íamos a fugir de alguns cães

Quando me caiu uma pedra mármore de 40Kg em cima do pé (descalço)

Quando me coseram esse pé e os 2 últimos pontos foram dados sem anestesia

Quando me fizeram o teste da BCG (bolas, mais valia darem-me logo a puta da vacina)

Quando caí de um telhado (baixinho) e arranquei um bocado (pequenino) de carne do braço

Quando tentei endireitar um fio eléctrico, não reparei que o mesmo estava descarnado e levei um choque do catano (fiquei com o cabelo à Marge Simpson)

Outra chocante, quando apanhei um valente choque numa...pasme-se... Sardinha (que estava a grelhar num grelhador eléctrico, sem ligação à terra)

setembro 07, 2007

Raízes

Há pouco pus-me a pensar...
Quando era miúda íamos passar as férias à “terra” do meu pai. Ultimamente tenho ido passar uns dias à “terra” da minha sogra. Quando for da idade dos meus pais para que “terra” é que vou? Eu não tenho e o Sr. Marido também não, para onde é que as R’s hão-de ir quando forem mais velhas? É estranho mas a maioria das pessoas da minha idade não tem “terra” para onde ir. E porquê? Porque nascemos todos nas grandes cidades, não nascemos na “terra” e migrámos para as grandes cidades quando já eramos grandinhos para trabalhar. É triste porque os melhores momentos da minha infância/adolescência foram passados na “terra” e as minhas filhas também têm passado grandes momentos na “terra”, mas temo que daqui a uns tempos a “terra” acabe...

setembro 06, 2007

Roendo uma Maçã (da Carrazeda)

Todos os dias como uma maçã. Isto desde há pr’ái uns 5... dias. Estavam à espera de quê, 5 anos?
Isto porque ouvi dizer que é um bom “vá de retro satanás” para os médicos.

Senão vejamos, segundo um antigo ditado Inglês (bem, não sei bem se o dito é oriundo de Inglaterra mas como é em inglês, deduzo que sim) An apple a day keep the doctor miles away – tradução “uma maçã por dia mantem o médico a milhas (podia converter para Kms mas dá muito trabalho) de distância”.

Ora, esta constatação deixa-me com algumas dúvidas:
O que é que será que os médicos têm contra as pessoas que comem maçãs?
Uma pessoa que come maçãs não poderá casar com um médico?
Os filhos dos médicos também não podem comer maçãs (coitadas das crianças) ?
Os médicos não deverão comer maçãs, senão como se manterão afastados de si próprios?

Rumámos a Norte

Este fim de semana estivemos na terra da minha sogra desde 5ª até 2ª porque ir lá só passar o fim de semana não dá. A terra fica perto de Vila Real e como tal é bastante longe. Foi o fim de semana da festa e como os meus sogros lá estavam de férias nós fomos aproveitar mais uns diazinhos de dolce fare niente (é mesmo assim porque a minha sogra não me deixa fazer nada, por mais que eu insista não deixa, por isso deixei de insistir e deixo-me ir na onda). A casa deles fica em Alijó mas a terra onde ela nasceu é São Mamede (de Ribatua) ou Sebeneme como diz a D.Rf.
A festa começou na Sexta com um bailarico, seguiu-se o Sábado com outro bailarico e o Fogo (de artifício) que é já famoso por ser tão bonito e no Domingo tivemos direito a ver a procissão e a mais fogo de artíficio ainda melhor do que o de Sábado. Primeiro esteve a banda a tocar (por sinal é uma das bandas mais antigas do país mas com elementos muito novos) e eu gostei imenso, além de tocarem muito bem, a escolha do repertório é óptima pois fogem um pouco áquele tipo de músicas que estamos habituados a ouvir as bandas tocar principalmente músicas mais clássicas.

As R’s estiveram em grande, a "casa da sogra" é uma moradia e elas têm bastante espaço para brincar lá fora cá dentro (quem me dera a mim uma casa com um quadradinho de relva para que elas pudessem ter a mesma “liberdade”) e com amiguinhas nas moradias circundantes que ora vinham ora iam, andavam sempre cá e lá e a D. Rf ía e vinha com elas sem que eu me preocupasse...

No Domingo fomos à festa e ficámos para o fogo de artifício que começou tardíssimo, à uma da manhã, mas lá ficámos. A D.Rf não teve alternativa e como lhe dissemos que o fogo começava quando a banda acabasse de tocar, cada vez que acabava uma música ela punha as mãos nos ouvidos. Quando finalmente começou o bendito fogo ela começou a chorar e só a muito custo conseguimos ficar até ao fim a ver. A D.Rn que estava a dormir quando o fogo começou assustou-se e choramingou mas depois peguei-lhe ao colo e comecei na conversa com ela e logo se acalmou. Confesso que também não sou grande apreciadora, aquele barulho todo faz-me confusão e o facto de o fogo rebentar mesmo por cima da nossa cabeça também me complica um bocado com os nervos mas lá me aguentei até ao fim e é claro que o espectáculo foi lindíssimo.

O tempo esteve bom e fartámo-nos de passear, fomos até ao Rio Tua comer um geladinho, fomos até Carrazeda de Ansiães à festa da Maça comprar maçãs (quase que víamos o espectáculo do Mikael Carreira que ía lá actuar essa noite mas felizmente conseguimos fugir a tempo).
Aquela zona tem das paisagens mais fantásticas do nosso país...

Aproveitei para encher o congelador de carne, cada vez que lá vou tenho que ir ao talho para me abastecer. Aquela carne é mesmo da melhor. Um simples bifinho de vaca Maronesa é um manjar dos Deuses. Até um franguinho caseiro trouxe e a minha sogra usou um outro para fazer um estrondoso arroz de cabidela (agora até me cresceu água na boca).

Em relação à procissão e apesar de tal não me dizer nada estive a assistir porque acho interessante e gosto de ver as bandas a tocar, principalmente os bombos (da banda dos bombeiros) que me fazem saltar o coração dentro do peito. Não me vou alargar mais na minha opinião sobre as procissões pois não quero ferir susceptibilidades...

setembro 05, 2007

Razor, não temos???

D.Rf -Papá, fizeste a barba?
Sr.Marido -Não filha, hoje não fiz a barba.
D.Rf -Já me deixaste desapontada!

setembro 04, 2007

Reivindicação

Se tirármos férias em Agosto e o tempo não estiver assim muito católico, podemos gozar de novo esses dias noutra altura do ano.

Dá para incluir esta cláusula no código do trabalho???

agosto 29, 2007

Reconhecimento Merecido

Noutro dia estava sentadinha no meu sofá a ver televisão, e num daqueles inúmeros e infindáveis intervalos vi o novo anúncio da Worten com a famosa frase Worten “Cempre” (para quem não sabe, é um professor a corrigir testes com os erros mais ridículos possíveis). Fiquei a pensar que realmente os professores são muito subvalorizados.

Entretanto lembrei-me de quando era miúda e tentava dar uma ajuda ao meu irmão (com menos 6 anos) com o TPC dele. Realmente eu não tinha jeito nem vocação nem sequer vontade nenhuma de ser professora. Irritava-me tanto com ele porque lhe explicava as coisas e achava que aquilo era tão fácil, “Como é que tu não percebes???”. Às vezes ficava tão irada que me apetecia bater-lhe. Coitado, felizmente, pouco tempo depois cheguei à conclusão que não tinha jeito nenhum pr’aquilo e que o problema estava era em mim e na minha incapacidade de ensinar. Nunca mais me propûs ajudá-lo, o que ele deve ter agradecido.

Por isso acho que os professores (os de vocação, não aqueles que não tiveram outro remédio) são uns seres magníficos. A paciência e o auto-controle que têm abafa qualquer Santo que com eles se cruze.
Bem Hajam!!!

Reconheço-me???





Faça você também Que
gênio-louco é você?
Uma criação de O Mundo Insano da Abyssinia




Não

Até porque as minhas "DUAS" orelhas estão intactas, nem furos para brincos têm...

agosto 27, 2007

Rotação

Tendo em conta que nas últimas 3 noites a D.Rn tem dormido com a cabeça para os pés e tendo em conta este artigo que tirei da revista Pais & Filhos de Agosto de 2007:

“Já repararam que as crianças, à medida que crescem, deitam-se de uma maneira e acordam muitas vezes voltadas ao contrário, atravessadas, com os pés na cabeceira, dando voltas e mais voltas? Porque será?
A energia geodésica corre no sentido Sul-Norte – basta pegar na bússola e ver para onde aponta. E se, ao longo do dia a dia, além de estarmos em pé ou sentados, movemo-nos de posição várias vezes, podendo arranjar um certo equilíbrio (quantas vezes sentimos, inconscientemente , que está na altura de nos levantarmos da secretária e mudar de posição, mesmo sem ter nada de muito específico para fazer), à noite passamos uma média de oito horas seguidas na mesma posição. Se a energia entrar pelos nossos pés e sair pela nossa cabeça processar-se-á como se estivéssemos em pé, fazendo de nós boas <>.
Se, pelo contrário, tivermos a cabeça voltada para sul, gera-se um conflito de forças electromagnéticas que pode perturbar o sono.
A cabeça deve, assim, estar voltada para Norte/Noroeste (no fundo, virada ao Norte magnético). Nas crianças pequenas, Leste também é uma boa direcção por ser o local de nascimento do sol e elas estarem em fase de crescimento.”

mesmo não sabendo para que lado está a cabeceira da cama dela posso concluir que

- A minha filha mais nova é uma bússola
- Ou a minha filha mais nova é um Girassol
- A cabeceira da cama dela está virada para Sul ou para Este

Estava inclinada a comprar uma bússola para ver para que lado deveria virar a cama dela mas tendo em atenção os factos atrás descritos não será necessário. Tenho mesmo que virar a cama para outro lado ou então viro simplesmente os lençois ao contrário ou então não faço absolutamente nada pois como ela dorme sempre destapada e não necessita dos lençois basta deitá-la logo na possição Norte e a coisa compõem-se...

agosto 24, 2007

Rajá Fresquinho (de chocolate)

Hoje, como aliás tenho feito toda a semana, fui almoçar a casa dos meus pais com as R’s.
Cheguei ao office, depois do almoço com um belo beijo de chocolate desenhado na cara.
- Há lá coisa melhor????

Requested by Thunderlady

Este dasafio consiste em escrever sete factos casuais sobre a nossa vida

Morei 18 anos dois prédios acima do prédio do Sr. Marido sem o conhecer e se não tivesse chumbado no 12º ano nunca o teria conhecido (dou Graças a Deus por ter chumbado - foi por faltas, mas resultou no mesmo).

As minhas filhas nasceram as duas no dia 5 embora de meses e anos diferentes

Li uma vez que os signos que se dão melhor com o meu são o Sagitário e o Aquário e curiosamente a D.Rf é Aquário e a D.Rn é Sagitário. Não é que eu ligue alguma coisa a isto dos signos mas é engraçado não é?

Faço anos num feriado Nacional e adoro...
Este não é bem casual porque a minha mãe fez uma (des)forcinha para que assim fosse (ou eu não tivesse nascido às 00.10h).

Tenho um primo (da parte do meu pai) e um tio (da parte da minha mãe) que fazem anos nesse mesmo dia.

O nº27, foi quase sempre o meu número na escola. Curiosamente muitas vezes andava à procura de alguma coisa num livro que calhava estar na pág. nº27 ou então andava em busca de uma morada e o nº da porta era o 27.

Tenho medo do escuro. Não é bem casual, é mais causal...

Resgate

Na Quarta Feira, depois do jantar deu um documentário na 2, sobre o salvamento de animais em New Orleans depois do Katrina.

Realmente há PESSOAS e pessoas. Para mim, uma pessoa que gosta (mas é gostar mesmo não é achar piada porque a diferença é grande) de animais, até pode ter um ou outro defeito mas é na generalidade uma boa pessoa, enquanto que de uma pessoa que não gosta de animais já não posso dizer o mesmo.

Por um lado os veterinários que fazaim das tripas coração para salvar os animais, por outro as equipas de recolha que andavam pela cidade em busca de animais para levar na esperança de conseguir encontrar os seus donos. Os trabalhadores do zoo preocupados com os “seus” animais, um tratador dos pinguins a contar, com o máximo carinho o que aconteceu durante e depois do Katrina e muito agradecido a um polícia que tinha ajudado a salvá-los, em especial um pinguim femea pelo qual demonstrava uma paixão enorme e recíproca. Um senhor de 70 e poucos anos que tentou voltar varias vezes a casa para ir buscar a sua gatinha, sem sucesso. Como falava dela de lágrimas nos olhos e finalmente quando lá consegiu ir e a encontrou sã e salva. Foi a casa e em vez de entrar e recolher algo que lhe fizesse falta ou estivesse ainda em condições ele foi, pura e simplesmente buscar a sua gata e comida para ela, não quis saber de mais nada.

Fiquei mesmo comovida com a porra do documentário, ao contrário daqueles que dão sobre um gajo alucinado que entrou numa escola e matou uma dezena de pessoas. Ainda há pessoas boas neste mundo...

agosto 22, 2007

Recuerdos das Férias

Estava num apartamento fixe num grande condomínio com uma grande piscina e outra pequena para as R’s. Tinhamos estacionamento privado na garagem e mesmo à porta do elevador. Bastava atravessar a estrada para estar na praia... O que se pode querer mais??? Só uma Sra. lá em casa para cozinhar, lavar a loiça e fazer as camas. Mas felizmente tenho um Sr. Marido que foi o cozinheiro de serviço (não fiz uma única refeição durante 15 dias) e o resto fez-se na boa.

Os espanhois têm algumas manias que me irritam solenemente como comer as malditas pipas e deixar o areal coberto com as cascas mas até são uns gajos porreiros e sabem levar bem a vida. Também falam alto e fazem um grande escagaçal por onde passam mas no compto geral são bem educados pois tanto os mais pequenos quanto os maiores nos abriam a porta para entrarmos assim como nos cumprimentavam com um Hola ou Buenas (se calhar não sabiam que somos tugas).

Têm a gasolina muito mais barata (abastecemos o depósito e poupámos 15€) do que nós e cada vez que passávamos pela bomba em Ayamonte era só ver as filas de carros tugas à epera para abastecer. Os nossos conterrâneos que vivem perto da fronteira são uns felizardos. O mais caricato é que as gasolineiras são também elas tugas...
O contrário do que acontece em Portugal pricipalmente no Algarve, as lojas não estão abertas até às tantas da noite, eles não estão p’rái virados e no dia 15 (feriado) as grandes superfícies comercias estavam fechadas ao contrário das nossas que estavam todas abertas.

Fizeram uma festa de confraternização no court de ténis do condomínio, uma coisa à maneira com direito a bebidas grátis e um conjunto a tocar para a malta dançar. Foi no dia da Super Taça e o Sr. Marido quis ficar em casa a ver o jogo, eu resolvi ir dar uma volta e beber um cafézinho (até o cafézinho – leia-se expresso, está melhor do que há uns anos trás que parecia uma água de lavar chávenas) a festa estava animada e por isso resolvi dar lá um salto com elas só para espreitar. Escusado será dizer que só consegui de lá sair quando o conjunto fez um intervalo porque tanto elas como eu nos pusemos a dançar. Nessa altura resolvi então ir lá fora beber o tal café e depois passei por casa para deixar o carrinho da D.Rn e a mala e voltámos para a festa. O Sr. Marido foi lá ter quando acabou o jogo. Só de lá saímos já quase à 1 da matina. O pior foi quando tocaram uma Sevilhana para a gente dançar, tive que me render às evidências, ficar quieta no meu canto e deixar a pista para os profissionais...

Também tinham um prof. de natação na piscina da parte da tarde e um salva-vidas, uma coisa bem organizada.

Havia tugas por todo o lado, nas compras, na praia, lá no condomínio, até uma colega de trabalho lá encontrei.
Pergunta tóina que ela me fez:
- Olá! Então estás aqui de férias?
Não, vim a trabalho (foi o que me apeteceu responder).
Na Isla Canela, ao pé da praia, com a família, ar bronzeado e em pleno mês de Agosto só podia mesmo estar em trabalho...

agosto 20, 2007

Rapidinhas para quem já estava com saudades

Depois de eu ter sido trincada algumas vezes por uma p#%a de uma Melga, pede a D.Rf:
- Mamã, deixa-me cá ver o dói-dói que a “Helga” te fez (parece que o insecto era do sexo feminino e proveniente da Alemanha – seria loira? Porque não mordeu o Sr.Marido?).

No ínicio do jogo Porto-Sporting para a Super Taça, estão as equipas a entrar em campo e a D.Rf:
- Mamã, o Sporting vai jogar com o Porto?
- Vai.
- E quem é aquele de amarelo (vulgo árbito), é o redes (leia-se Guarda-Redes)?

E o que as duas gostaram de ouvir o José Malhoa a cantar o “Aperta aperta com ela” e o que depois passámos os dois a ouvi-las cantar sempre que se lembravam...

Conversa entre Mãe (eu) e D.Rf.:
- Sabes o que é uma discoteca filha?
- Sei, é um sítio onde há muitos livros e os meninos vão lá lê-los e não se pode fazer barulho...

Íamos as duas para a toalha vindas do banho, o Sr.Marido leva a D.Rn ao colo e vão lá mais à frente. Diz-me ela assim muito de repente:
- Ei!!! Onde é que está o pessoal???

- Mamã, eu estava a brincar e tu entreteste-me (leia-se interrompeste-me)!!

Fomos uma das noites dar uma volta até Vila Real de Santo António e havia lá festa, palco montado e nisto surge o Rancho Folclórico e não é que a D.Rf quis ficar a ver??

Depois, havia uma barraquinha com pipocas e algodão doce e ela:
- Mamã, compras-me Abedão??

Num daqueles dias que passamos o tempo a contrariá-la porque só queria fazer o que não podia sai-se com esta num tom dramático digno de Shakespear:
- Mas porque é que vocês nunca fazem nada do que eu digo??

Graças a nuestros hermanos estive toda a Santa quinzena a assistir durante o pequeno almoço a dois episódios da Heidi em Espanhol (Lindo!!).

E o tratamento que dava à irmã??
- Oh Linda!! Anda cá à mana!!
- Toma lá a bola linda!!
Mas isto com um tom muito meloso, era só linda para cá e linda para lá...

Como estávamos num T1 elas dormiam as duas no sofá cama na sala, encostado à parede e cheio de almofadas à volta porque principalmente a D.Rn tem um dormir levado dos diabos e podia acordar já no chão. Com o bunker construído não havia perigo. Mas até fotografei uma das manhãs quando as fui acordar aquilo era um emaranhado de braços e pernas que não se percebia bem onde acabava uma e começava a outra, além disso a D. Rn acordava sempre na horizontal.

A D.Rn esteve em grande, parecia um aspirador, andava sempre a comer e nem as migalhas que paravam no chão lhe escapavam, comeu tudo desde calamares a azeitonas e não disse que não a nada.

Não achou muita piada a caminhar na areia mas gostou muito de brincar com ela e com as pás e os baldes, nunca vi toalhas com tanta areia como as nossas, aliás, quase que não via mesmo as toalhas. Depois ganhou-lhe o jeito e já ninguém a parava a não ser as algas assim que via muita alga no chão estacava e já ninguém a arrancava dali, só mesmo ao colo.

Aprendeu a dizer mais coisas, como por exemplo:
·Nanho
Não sabem o que é? Então vou dar uma ajuda “Abram Alas para o Nanho, Com a Buzina a Tocar, Abram Alas para o Nanho, Todos lá Fora a Brincar”, já estão a ver??? Para aqueles menos dentro destas coisas de desenhos animados juvenis cá vai, Nanho é Noddy...
·Ôto – Outro (quando estava a comer algo que lhe agradava isto é, quase sempre)
·Bôlho – Bolo (mais uma ligada à comida)

Ontem pegou numa caixinha de maquilhagem da irmã e pintou todo o lado esquerdo da cara, chucha incluída. Estava linda, com um colar ao pescoço, uma pulseira e a cara assim pintada, até teve direito a foto.

A D.Rf hoje de manhã (como vão para casa dos meus pais ainda vão de pijama) de pijama, roupão, pantufas e mala à tiracolo vira-se para mim muito vaidosa e diz:
- Mamã eu assim até pareço uma mulher que pode fazer tudo o que quizer...