Lilypie Kids Birthday tickers Lilypie Fifth Birthday tickers

junho 23, 2009

R Triste

Eu estou chôcha, muito chôcha e nem a aula de natacinha me arrebitou.

Apesar de termos tido um fim de semana em cheio e de ontem ter sido festa de final de ano na escolinha das Rs e festa de finalistas para a D.Rf, não me apetece escrever sobre isso.

Talvez amanhã ou mesmo só depois.

A minha Tia morreu ontem. A Té, conforme a chamavamos, não aguentou mais depois de um ano e tal a sofrer com um cabrão de um cancro nos ossos. Um dos piores, um daqueles que não tem cura e que tanto faz sofrer.

Ainda era nova a minha tia, pouco mais velha que o meu pai. Apesar de ser uma fatalidade que sabiamos que aconteceria mais cedo ou mais tarde ninguém nunca está preparado para tal.

Té, quando chegares lá ao céu dás um beijo grande aos meus avós por favor?

14 comentários:

Pepper disse...

Oh! Querida...

Sei que podes ficar ainda mais triste, mas ela agora está no Céu e deixou de sofrer.

Um abraço bem apertadooo :D

Luazinha disse...

Tenho 1 tio assim...e sei que por mais que estejamos preparados, no fundo nunca estamos...
E gostei da ultima frase...tb penso assim! Que no fim todos se encontram...
Tudo de bom e um beijinho graaande

pensamentosametro disse...

Beijo.

Tita

Patti disse...

Doença maldita...

Beijinho e abraço apertado.

miguelpontocom disse...

Os meus sentimentos :(

Sónia disse...

Puta de doença!

Caramba!

Beijos grandes!

Shakti disse...

Tudo de bom ...

Peter of Pan disse...

Nada mais posso fazer a não ser prestar os meus sentimentos.

Gi disse...

Os meus sentimentos, R. Resta a consolação de ela estar, nesta altura, liberta de todos os sofrimentos que esta doença provoca.

João disse...

Sinto muito mesmo.
Beijo grande.

Maria disse...

Um grande beijinho..!*

Hydrargirum disse...

Um beijinho mto grande em ti Rita...
Lamento tanto...
Esta put* desta doenca!!!!!!:((((((

sonia disse...

oh linda, nem sei que te dizer a não ser que ao menos agora jà não sofre mais!

beijinhos grandes

Rafeiro Perfumado disse...

Um beijo, Rita.