Lilypie Kids Birthday tickers Lilypie Fifth Birthday tickers

julho 11, 2007

Recordando as Duas Rodas

Fez-me lembrar as minhas incurssões em cima de uma mota. A primeira vez que andei foi com um rapaz lá da escola. Chamávamos-lhe o Indio Joe (tinha o cabelo comprido, a barba por fazer e andava com aqueles blusões de cabedal com franjas nas mangas). Então fomos algumas vezes passear de mota para Sintra, ele tinha uma Virago e até dava gozo porque não ia muito depressa (mesmo assim eu chorava que me desalmava) e o passeio era agradável. Entretanto e alguns anos depois um ex-colega lá do office perguntou-me se queria ir com ele à hora do almoço comprar umas coisas e eu lá fui, de mota. Jurei p’ra nunca mais, ele andava sempre a abrir, as curvas era quase deitada e, numa altura em que se falava muito, os rails pareceram-me mais perto do que deviam. Não gostei nem um pouco.

13 comentários:

Maria Cunha disse...

eu adorava motos, mas o meu pai dizia que não, mas eu andava na mesma... agora, que o meu pai já não se importa (tanto)... também já não me apetece andar de mota... pois, sou um bocadinho do contra ;)

beijinho

Diabba disse...

Sou medrosa (ok se disseres que eu disse isto, eu nego!!), só andei uma vez de mota... agarrei-me tto ao rapaz que no fim da volta ele perguntou-me se eu estava a tentar estrangulá-lo... pela cintura!!

beijo d'enxofre

PS: Não, o agarramento ao rapaz não tinha 2ªs intenções,... o gajo não valia nada!

Sónia disse...

1º gabo a tua pachorra de responder a TODOS os comentários!!

2º Queres jogar ao galo?? É que a minha perna esquerda graças às motas tá recheadinha de pequenas cicatrizes devido a um acidente de mota!! Agora quero distancia delas!!!

Ana disse...

Eu tb prefiro as 4 rodas. A minha última experiência com 2 não me deixou boas recordações, a velocidade era grande e no final da viagem o meu amigo saca um cavalo... a mim caíu-me tudo. Saí da mota com as perninhas a tremer... Eu aliás sou péssima pendura, nas curvas insisto em não acompanhar a inclinação devida!!!

Beijocas

Peste disse...

lol

agora até m questionei se andámos na mesma escola!!!

já não me lembro se em Caneças ou queluz (quase q juro q era em caneças) k tb havia um indio Joe... e tal e qual como o descreves :p

lol

Rita disse...

Maria,
Acho que é uma coisa que se perde com a idade (leia-se juízo)...
Jokas

Diabba,
Gostei mesmo foi de andar naquelas da neve mas vamos com uns fatos com os quais parecemos o Abominável Homem das Neves e a própria da neve é fofinha por isso quando caímos não dói nada e até é motivo de risada (hei-de contar as minhas aventuras na terra do Pai Natal).
Jokas

Pulga
Também não recebo assim tantos comentários que me dê uma grande trabalheira reponder.
Va de reto (mota)...
Jokas

Kikinha,
Pois é a única coisa que eu acho piada a andar de mota, as curvas. É uma sensação engraçada mas que perde a piada quando começas a ver o asfalto a aproximar, daí preferir as da neve...
Lembras-te daquela vez que fomos aos morangos no teu Fiat Azul Cueca???
Jokas Grandes

Peste,
É possível que ele tenha andado aí e depois se tenha transferido para a minha (na Damaia).
Tu queres ver???
Jokas

Ana disse...

Se me lembro... e já me fartei aqui de rir sozinha á conta disso!!!
A big boss a olhar para mim e eu a tentar disfarçar, mas só de recordar a cena ainda me dava mais vontade de rir!!!

"E recordar é viver..."

Beijocas grandes e fofas

migvic disse...

O que ele fez até é perigoso. Um mau pendura (quem não está habituada) pode atirar os dois para o chão.

Andar á pendura, acho que já não era capaz.

Rita disse...

Mig
Eu só mesmo à pendura porque conduzir uma mota não era para mim...
Jokas

Eskisito disse...

Em relação ás motos, também não sou fã. Prefiro mil vezes as quatro paredes de metal à minha volta.
Já em relação aos comentários, eu dizia o mesmo...tinha poucos comentadores e tal...agora já não penso tanto assim. Mas, a velha guarda dos blogs convenceu-me a fazê-lo e vale a pena.

Azul disse...

(olha,o EsKisito está de volta!!!!)
Eu confesso,sempre adorei andar de mota.
álias, a 1º coisa que fiz quando completei 18 aninhos foi comprar uma vespa, que me fez 2 verões maravilhosos.
mas também confesso que ao ver o marido sair todas as manhãs para o trabalho de motão,não me deixa absolutamente nada sossegada.

Bjufas fresquinhas

Rita disse...

Olha o Eskisito,
Estás de volta ou vieste só cuscar???
Jokas

Rita disse...

Azul,
Pois é, ainda se as nossas estradas fossem mínimamente seguras e as pessoas que por lá circulam mínimamente civilizadas...
Jokas