Lilypie Kids Birthday tickers Lilypie Fifth Birthday tickers

janeiro 22, 2008

Recordando o Pólo Norte (esse local tão quentinho e solarengo)

Faz hoje precisamente 3 anos que parti rumo à Finlândia com o pessoal do office em viajem de incentivos. Ao regressar escrevi este resumo “histórico” do que se passou, para memória futura e hoje pespego aqui com ele como que para reviver.

Muita neve, muito frio mas também muita "bubida", só para aquecer claro!!!

Foi muito divertido e aconteceu de tudo um pouco, desde quedas aparatosas a pé ou em qualquer dos meios de transporte por nós utilizados (trenós puxados por variadíssimas espécies de mamíferos - renas e huskies e motas de neve). Eu própria fui vítima de um aparato do género em ambos os meios de trasnporte mas nunca pelo meu próprio pé.

Fui arrastada por cinco cães em fúria quando o meu trenó decidiu tombar e, ao ver que não havia mais nada a fazer resolvi abandonar o dito, os cães desapareceram com o trenó e eu e o meu companheiro de odisseia ficámos os dois sozinhos naquela imensidão de neve e pinheiros até que um guia teve a bondade de nos resgatar numa mota de neve.

Quando fomos andar pela segunda vez de motas de neve e ao constatarmos que tinhamos sido dos únicos a não cair, resolvemos fazê-lo para não parecer mal e também para aproveitarmos todas as experiências possíveis, em muito boa hora o fizemos porque não fora o meu excelente sentido de orientação ainda hoje lá estavamos à procura do resto do pessoal que teimou em seguir viagem sem nós...

Em relação à população, não é aconselhável a homens solteiros em busca de companhia, o povo Filandês é antipático, cabisbaixo e triste (se calhar também frio - não tive ocasião nem vontade de experimentar) mas quando a noite chega soltam literalmente a franga e enlouquecem (com os copos claro ou o frio ou até talvez a proximidade com a Transilvânia e o facto de estar Lua Cheia - muitas favoráveis em conjugação) e então vale tudo, homens com homens, mulheres com mulheres e vão trocando ao longo da noite para não enjoarem.
Metem-se com tudo e com todos e os nosso colegas homens sofreram na pele as agruras de serem o sexo fraco naquele ponto Lat/Long do hemisfério Norte.

Dormimos uma noite no hotel do gelo (na saudosa Rovanemi) e devo dizer que a experiência é no mínimo tenebrosa, a zona dos quartos consta de um bloco escavado no gelo com um corredor a meio e portas baixinhas (tipo casa dos sete anões) por onde entramos agaixados para os nossos quartinhos muito aconchegantes e quentinhos (-5º).
Houve muito boa gente que não teve coragem para tal mas devo dizer que se dorme lá muito bem, completamente enterrados vivos dentro de dois sacos cama especiais sobre um bloco de gelo a que carinhosamente chamam cama.

Quanto ao Pai Natal (sim porque também o fomos visitar) é um Sr. muito simpático mas a contar pelo tempo que tem que estar sentado a tirar fotos com tudo e com todos, não me parece que tenha tempo para ler cartas e entregar prendas no Natal, já não acredito nele!!!

E pronto, depois de fazermos o nosso ritual de passagem do Circulo Polar Ártico e de sabermos que iremos todos lá voltar em forma de rena (o que não é muito agradável porque não me parece que os animaizinhos tenham um pingo de inteligência por aqueles cornos abaixo - e posso dizer isto sem ofender) alguns até como renas brancas, uma casta especial de renas apenas para cobrição mas, "who tha fuck cares" e depois de a minha equipa ter vencido em honestidade (sim porque houve também um vencedor em pontuação - estranho não???) as olimpíadas do gelo, nada mais há a relatar...

14 comentários:

Dreamer disse...

Uhmmm...fiquei curiosa acerca desse país. E olha que nunca me tinha passado pela cabeça ir a tal sítio. Sou mais do calor!!!LOL. Beijinho

Ninica disse...

epá... isso deve ter sido difícil para uma gaija de decotes, não??!!! eheheh!!! Mas imagino que mesmo assimfresquinho deve ter sido bom!
Beijo

migvic disse...

E não sentiste frio nesse hotel de gelo?

Dormir em cima de gelo?

brrrr

Acho que não dava para esquecer das pantufas para ir á casa de banho.

mjf disse...

Olá!
Tu não me desiludas...eu quero ir para o ano, passar um fimde semana nese famoso hotel do gelo...vi fotos lindissimas...
O meu marido está colocado na Suécia e diz maravilhas daquilo...

Para já as reservas têm de se feita com muuuuitos meses de antecedência...

Fico a pensar, mal da minha vidinha!!!


Beijos
ps- vou informar-me se stamos a falar do mesmo hotel

:=(

Luazinha disse...

Brrrrrrrr q frio!

Dualidades disse...

Tu sabes como fazer inveja a um gajo! Ai sabes, sabes!

Beijo

Dualidades JP

O renascer da Fenix disse...

Bem que vida tão dificil, olha hás-de me dizer como é essa história dos incentivos... Se necessitas de um Assessor olhas aqui o Fénix... sabe umas coisinhas disso...Mas o melhor seria escolher outro destino as minhas chamas num quarto de gelo iriam dar problemas...

Uma grande chama para ti

Rita S disse...

Dreamer,
Eu quando soube que a viagem seria à Lapónia fiquei um pouco desapontada porque o pessoal quer sempre é ilhas e praias paradisíacas de água quente mas devo dizer-te que esta foi das melhores viagens que fiz, talvez por ter sido assim com um grupo de malucos que avacalharam o sistema todo. Ainda assim o ano passado fomos para as Maurícias, o mesmo grupo de malucos e a coisa não foi tão avacalhante...
Jokas

Ninica,
Bem, aí evitei os decotes (que remédio) mas saía para a rua com o cabelo molhado (força do hábito) e depois só pensava:
-Caraças que ainda se me congelam os caracóis!!!
Jokas

Mig,
Nada disso meu caro. Sobre o calhau (leia-se cama) tinhamos uma enorme pele de rena. Mas nem pensar em fazer um xixizinho nocturno...
Jokas

MJF,
Enviei-te um mail sobre isto. O hotel em que estive fica mesmo na Lapónia (em Kemi) e esse de que falas deve ser o da Suécia. Não fiques a pensar mal da vidinha porque é uma viagem fantástica...
Jokas

Luazinha,
Não tanto como possas pensar...
Jokas

JP,
Essa não é a minha intenção. Pode ser uma proposta que nem nunca vos tenha passado pela cabeça e que eu tenha despertado aqui um bichinho...
Jokas

Rita S disse...

Fenix,
Viagem de incentivos é tipo aquele biscoito que dás ao cão quando ele se porta bem (quando rebola e senta e finge morto)...
Pois mas tu no quarto de gelo corrias mesmo era o risco de acordar alagado.
Jokas

Belzebu disse...

Eu estive na Finlândia em 1983 e vim de lá rendido aos encantos daquele país e desiludido com aquele gente! Tive a sorte de ter ido em Agosto e por isso não corri o risco de enregelar até aos ossos, mas aquilo mesmo sem neve é lindíssimo. Os lagos, as casas, a vegetação, a tranquilidade...tudo! Concordo contigo é com o facto de eles à sexta, se transformarem nuns autênticos borrachões e beberem como se não houvesse amanhã. Lembro-me da travessia em barco, de Turku para Estocolmo na Suécia, que não devia haver uma única pessoa sóbria em todo o barco.

Hoje em dia procuro destinos mais quentinhos, não vá o reumático pregar-me a partida!

eheh! Aquele abraço infernal!

P.S. Será que a Transilvânia mudou de sítio? É que não ficava nada perto de lá!

Rita disse...

Belzebu,
Então não sabes que há uma filial da Transilvânia na Finlândia? Fica ali como quem vai de Rovaniemi para Kemi mas vira à direita no cruzamento...
Jokas

Mim disse...

Adorei toda a sinceridade!!

Não me tirou vontade nenhuma de lá ir e deu uma visão mais real em vez de se ouvir sempre o mesmo.

Quando lá for vou preparadinha!!

Hydrargirum disse...

Oh....não há nada que eu possa dizer construtivamente!!!!....

Porque...eu ai lendo, e só me saía...awwwww....awwwww...
Tb quero....quero fazer isso tudo!!!!

Que viagem de sonho!:D

Jinhos:)

PS-Espero que estejas melhor!:)

Azul disse...

Eu cá gosto muito do frio, mas é aninhada numa manta e em frente á lareira!
DEITADA NO GELO???
Não me parece!